terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Governo aumenta gasolina em 6,6% a partir de hoje




BRASÍLIA - A Petrobras informou na noite desta terça-feira que irá aumentar o preço da gasolina e outros derivados do petróleo a partir da meia noite de 30 de janeiro de 2013.

Segundo a estatal, o aumento será de 6,6% para a gasolina e de 5,4% para o diesel.

Veja a nota na íntegra:

“A Petrobras informa o reajuste nos preços de venda nas refinarias dos derivados abaixo, a vigorar a partir da meia noite de 30 de janeiro de 2013:

Produtos Reajuste (*)
Gasolina A 6,6%
Diesel 5,4%
(*) média Brasil

Os preços da gasolina e do diesel, sobre os quais incide o reajuste anunciado, não incluem os tributos federais CIDE e PIS/Cofins e o tributo estadual ICMS.

Esse reajuste foi definido levando em consideração a política de preços da Companhia, que busca alinhar o preço dos derivados aos valores praticados no mercado internacional em uma perspectiva de médio e longo prazo”


O Globo

Trecho da rodovia PI-254 será novamente recuperado pelos agricultores



Empresários rurais de Santa Filomena se organizam mais uma vez para recuperar os 70 quilômetros da rodovia PI-254

Os produtores rurais da região de Santa Filomena, no sudoeste do Piauí, irão novamente fazer consertos num trecho de 70 quilômetros da rodovia PI-254, desde a sede municipal até a Pinesso Agroflorestal (encontro com a BR-235, em implantação/pavimentação). Ainda o único caminho para escoamento da safra, comercializada quase na sua totalidade com empresas sediadas na cidade de Balsas (MA), a estrada está praticamente intransitável para carretas.

É por essa estrada poeirenta e cheia de buracos, cuja melhoria está orçada inicialmente em R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) que até o final de maio deverão passar mais da metade das 9.000 carretas necessárias para transportar a produção dos cerca de 90 mil hectares cultivados com soja, que produzirão 270 mil toneladas de grãos da oleaginosa.

Além da soja, há 7 mil hectares plantados com milho (56.000 mil toneladas) e 6 mil hectares com algodão (27.000 toneladas ou 1.800 arrobas). Esses agricultores trabalham para fazer do município um dos maiores produtores de grãos do Piauí, que atualmente já contribui com 15% da safra agrícola piauiense, a qual em 2013 deverá ficar na casa dos 2 milhões de toneladas. 

São mais de 100.000 hectares cultivados na região de Santa Filomena, dos quais, 90 mil hectares plantados com soja
São mais de 100.000 hectares cultivados na região de Santa Filomena, dos quais, 90 mil hectares plantados com soja

As más condições da estrada oneram o frete, e há empresas que se recusam a transportar grãos pela rodovia. O estrago constante nos carros, principalmente em pneus e suspensão, também encarece a vida de quem precisa passar pela via, seja para percorrer as áreas de plantio ou para ir às comunidades rurais ou, também, para comercializar a produção. 

Entretanto, o custo maior da recuperação ficará por conta do rebaixamento da “ladeira do Brejo das Eguas”, distante menos de 06 quilômetros da zona urbana de Santa Filomena. Com 200 metros de extensão, o custo da obra está orçado em R$ 350 mil, já que a ideia é rebaixar à inclinação de 7% (está hoje com 14 por cento), colocar 20 cm de piçarra bem compactada, construir canaletas para escoamento das águas pluviais e calçá-la com pedra paralelepípedo.

Na manhã da última segunda-feira (28) houve reunião no local, entre o prefeito Esdras Avelino Filho, agricultores individuais e representantes das grandes empresas agrícolas instaladas no município de Santa Filomena. Participarão da parceria público-privada: a Prefeitura de Santa Filomena; as fazendas Pinesso Agroflorestal, In Solo, SLC Agrícola, Damha Agronegócios, RS, Nossa S. Aparecida, Acart, Guatupá e Irmãos Polo; a Associação dos Produtores da Serra da Fortaleza (APROFORTE); e usinas de Calcário (MCM, CALPI, CALMAPI, INCAL e SAFICOL).




Agricultores afirmam que a recuperação dos 70 quilômetros da rodovia PI-254 está orçada inicialmente em 200 mil reais


A Prefeitura irá participar com as máquinas da Patrulha Mecanizada, bem como fornecer combustível e alimentação. Da mesma forma, as empresas rurais fornecerão óleo diesel, lubrificantes e máquinas, inclusive motoniveladora (patrol) e retroescavadeira.

Segundo o prefeito Esdras Avelino, o Governo do Piauí também irá participar da parceria, mesmo porque a PI-254 pertence à malha rodoviária estadual que, dessa forma, tem a atribuição da conservação. “Tive com o governador Wilson Martins na semana passada e ele me assegurou que iria nos ajudar. Só não falou qual seria a quantia em dinheiro”, informou.

Aliás, o governador Wilson Martins tem sido muito atencioso para com o município de Santa Filomena. Há exatamente um ano - 20 de janeiro de 2012 - ele assinou a ordem de serviço para pavimentação asfáltica da BR-235/PI (Estrada Gilbués/Santa Filomena), na praça central de Monte Alegre do Piauí. A obra, realizada com recursos resultantes de convênio firmando entre a Secretaria Estadual de Transportes (Setrans) e o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre), já chegou à Serra das Guaribas e será concluída ainda em 2013.


Ladeira do Brejo das Eguas terá o custo mais alto, pois será rebaixada, piçarrada, compactada e calçada com pedras

É que a BR-235/PI (trecho Gilbués/Santa Filomena) foi projetada para dobrar à esquerda no “Mercado do Paraguaio”, passando ao lado do Povoado Matas e seguindo pela margem do Rio Taquara, beneficiando os pequenos agricultores do Vale do Taquara e as Usinas de Calcário do Povoado Matas, que produzem um dos insumos básicos para a agricultura.

Mas existe a possibilidade desses agricultores serem diretamente beneficiados pela BR-235, desde que se consiga viabilizar um aditivo objetivando a construção de 02 (dois) importantes ramais: um de 18 km, partindo do Povoado Matas até o encontro com a PI-254 (Fazenda SLC Agrícola), enquanto que mais 14 km seriam construídos na PI-254, desde o Auto Posto Pires até a Fazenda Irmãos Polo, já que toda obra pública pode ser aditada, conforme previsto no § 1º, II, artigo 65 da Lei n. 8.666/93 (Lei de Responsabilidade Fiscal), em até 25% (vinte e cinco por cento) do seu valor contratual, para obra nova, sem necessidade de processo licitatório.

Apenas é necessário que esses acréscimos contratuais a serem propostos sejam justificados tecnicamente e devidamente motivados, de forma clara e bem definida, com vistas a embasar o instrumento jurídico, nesse caso, o termo aditivo ao contrato em andamento.

Escrito por José Bonifácio em 29/01/2013
Imagens: José Bonifácio/GP1

ALTO PARNAÍBA E A CHUVA PARTE II

Observe ao fundo da Imagem do Fórum Desembargador Aluízio Ribeiro,
como o tempo fechou no inicio da tarde de hoje.
Ficaremos na expectativa que o Prefeito e o Vice-Prefeito de Alto Parnaíba, em Brasilia ,  consigam uma boa agenda com  Ministérios e Parlamentares comprometidos com as causas das populações menos favorecidas. Conseguindo resultados significativos através de  emendas parlamentares  e financiamentos que melhore a qualidade de vida da  população.
Alto Parnaíba é uma cidade carente, precisa urgentemente de um sistema de saúde pública que atenda as necessidades de sua população, como o funcionamento pleno do único Hospital Público, que há décadas nossos governantes insistem em deixá-lo fechado à sua gente; outro problema crônico é a falta de estradas vicinais que interliguem a imensa área territorial do município, com mais de 11.000 Km², e possibilite o escoamento da produção dos pequenos produtores rurais que há séculos vivem no isolamento. Precisamos, também,  urgentemente de galerias para escoamento da água pluvial,  provinda das chuvas, que  geralmente no verão(ou inverno como aqui denominamos o período chuvoso), é quase uma rotina se deparar, com problemas graves de esgoto a céu aberto, lixo contaminando nosso Velho Monge, e, sobretudo, afetando principalmente a população do bairro Santa Cruz.
É sabido por todos que estes  problemas estruturais existentes em Alto Parnaíba, não são novos, há décadas ou até mesmo século, o povo convivem com estas situações. Sabemos também que sem a parceria dos governos federal e estadual, o município é incapaz de resolvê-los, devido a dimensão de sua complexidade. E esse é o nosso desejo e nossa torcida, para que o Prefeito Itamar Vieira(PSB) e o Vice Raimundo Nonato(PT), consigam firmar uma sólida  parceria com a União e o Estado, que há  tempos necessitamos e  esperamos.  

Por Carlos Biah

Leia também em: http://deciorocha.blogspot.com.br/2011/11/em-alto-parnaiba-avenida-virou-um-rio.html

Veja imagens da chuva de hoje:
























Governadora determina vistoria em boates e casas de eventos do MA




A SSP e o Comando do Corpo de Bombeiros já estão definindo o planejamento das vistorias.


Governadora Roseana Sarney

A governadora Roseana Sarney determinou ao secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, que o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) realize vistoria em todas as casas de eventos e boates em São Luís e interior do estado, com a finalidade de verificar as condições de regularidade, funcionamento e de segurança desses estabelecimentos.
A decisão da governadora tem como objetivo prevenir tragédias como a que aconteceu em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Na vistoria, o Corpo de Bombeiros avaliará as condições das casas de eventos e boates, no que se refere a saídas de emergência, sinalização, localização de palco, existência de extintores contra incêndio, entre outros itens.
A SSP e o Comando do Corpo de Bombeiros já estão definindo o planejamento das vistorias, a partir do mapeamento de todos esses estabelecimentos, existentes no estado.
Esperamos que a vistoria não demore de chegar a Alto Parnaíba, os nossos clubes, quase que em sua totalidade não oferecem o minimo de segurança à seus clientes. 

Fonte:
Com informações do Governo do Estado do Maranhão.
Foto: Reprodução

O Prefeito Itamar Vieira e o Vice Raimundo Nonato, participam do Encontro dos Novos Prefeitos e Prefeitas em Brasilia

A presidenta anunciou recursos para investimento em várias áreas

Presidenta Dilma abriu encontro e anunciou recursos para investimentos em diversas áreas


A segunda-feira, 28 de janeiro, foi marcada pelo Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, em Brasília, aberto pela presidenta Dilma Rousseff, que anunciou a liberação de R$ 66,8 bilhões para investimentos em diferentes áreas em todo o país. O encontro, que acontecerá até o dia 30 de janeiro, também contou com a presença da ministra da Cultura, Marta Suplicy, junto com os demais ministros de Estado.
Em seu discurso, a presidenta deu as boas-vindas e parabenizou os novos prefeitos. Afirmou que os brasileiros estão vivendo melhor do que há uma década, mas que ainda há muito o que ser feito. Segundo ela, cada um dos prefeitos e prefeitas encontrará no Governo Federal um parceiro de trabalho para que as promessas feitas em campanha virem realidade e melhorem cada vez mais a vida dos brasileiros.
Dilma falou sobre diversos programas que podem ser levados para os municípios e destacou que o crescimento que o Brasil almeja só é possível com o trabalho das prefeituras. “Estou convencida de que não há desenvolvimento sem trabalho conjunto entre federação e municípios. Para isso, vamos construir uma agenda de trabalho para que vocês se inteirem dos programas, do que pode ser feito. Vamos trabalhar em sintonia por um país melhor”, declarou a presidenta.
Antes de falar aos presentes, a presidenta pediu um minuto de silêncio em respeito aos familiares e às vítimas que morreram na boate Kiss, na cidade de Santa Maria, no Rio Grando do Sul. Em seguida, a cantora Ellen Oléria cantou o Hino Nacional.
O Encontro Nacional dos Novos Prefeitos e Prefeitas tem como objetivo subsidiar os gestores municipais com informações sobre programas e ações federais que ajudarão a iniciar os mandatos ou dar continuidade à gestão municipal com foco no desenvolvimento sustentável.
O evento, cujo tema é “Municípios Fortes, Brasil Sustentável”, reúne os principais ministérios e órgãos do governo federal para apresentarem suas políticas, divididas em quatro eixos: desenvolvimento social; desenvolvimento econômico; desenvolvimento ambiental e urbano; e  participação social e cidadania.
Além de apresentar os principais programas do Governo Federal executados em parceria com os governos municipais, o evento vai oferecer oficinas técnicas sobre instrumentos de modernização administrativa, além de apresentar boas práticas de municípios e consórcios públicos intermunicipais em diversas áreas.
Ficaremos na expectativa que o Prefeito e o Vice-Prefeito de Alto Parnaíba, consigam uma boa agenda com  Ministérios e Parlamentares comprometidos com as causas das populações menos favorecidas e consigam projetos e financiamentos que melhore a qualidade de vida de nossa população.
Alto Parnaíba é uma cidade carente de muitas coisas, precisamos urgentemente de um sistema de saúde pública que atenda as necessidades de sua população, como o funcionamento pleno do único Hospital Público, que há décadas nossos governantes insistem em deixá-lo fechado à sua gente; outro problema crônico é a falta de estradas vicinais que interliguem a imensa área territorial do município, com mais de 11.000 Km², e possibilite o escoamento da produção dos pequenos produtores rurais que há séculos vivem no isolamento. Precisamos, também,  urgentemente de galerias para escoamento da água pluvial,  provinda das chuvas, que  geralmente no verão(ou inverno como aqui denominamos o período chuvoso) é quase uma rotina se deparar, com problemas graves de esgoto a céu aberto, lixo contaminando nosso Velho Monge, e, sobretudo afetando principalmente a população do bairro Santa Cruz.
É sabido por todos que estes  problemas estruturais existentes em nossa cidade, não são novos, há décadas ou até mesmo século, nosso povo convivem com estas situações. Sabemos também que sem a parceria dos governos federal e estadual, o município é incapaz de resolvê-los, devido a dimensão de sua complexidade. E esse é o nosso desejo e nossa torcida, para que o Prefeito Itamar Vieira(PSB) e o Vice Raimundo Nonato(PT), consigam firmar uma sólida  parceria com a União e o Estado, que há  tempos necessitamos e  esperamos.  

Fonte: Rosiene Assunção, Ascom/MinC
Foto: Elisabete Alves, Ascom/MinC




segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Movimento ficha limpa faz limpeza da rampa do Congresso

Renan Calheiros pré-candidato  à presidência do Senado



Manifestantes contra a recondução de Renan Calheiros à presidência do Senado vão fazer a lavagem simbólica da rampa, com vassouras verdes e amarelas e bastante sabão

A rampa do Congresso Nacional terá uma faxina reforçada nesta quarta-feira, dia 30. Manifestantes que organizam na internet o abaixo-assinado contra a recondução de Renan Calheiros à presidência do Senado vão fazer a lavagem simbólica da rampa, com vassouras verdes e amarelas e bastante sabão. O protesto constará de uma instalação com vassouras, baldes e produtos de limpeza, ao nascer do sol. A lavagem da rampa acontecerá às 15 horas.

O abaixo-assinado na internet, lançado no fim da semana passada, tem mais de 13 mil assinaturas. É um pedido aos senadores para que elejam um presidente ficha limpa, lembrando que "graves denúncias pesam sobre a vida política de Renan e é inaceitável que ele retome um dos mais altos postos da República antes que tudo seja esclarecido".

Veja o link da petição: https://secure.avaaz.org/po/petition/Um_presidente_fichalimpa_para_o_Senado_Nao_a_volta_de_Renan_Calheiros/?asTZPcb

A petição e a manifestação desta quarta em Brasília são iniciativas da organização Rio de Paz, de combate à violência, e do Movimento 31 de Julho Contra a Corrupção e a Impunidade, e tem o apoio de organizações de diversos estados:

Rio de Paz; Movimento 31 de Julho; Instituto de Fiscalização e Controle (IFC); Nas Ruas; Voz do Cidadão; Congresso em Foco; Queremos Ética na Política; Revoltados On Line; Renovadores UDF; OCC Alerta Brasil; Ong Moral; Associação Diamantina Viva; Juventude Consciente; Erga Omnes; e Comitê Ficha Limpa DF.

Segue a integra da petição:

"A articulação para a volta de Renan Calheiros à presidência do Senado é um tapa na cara da sociedade brasileira e mais um passo das lideranças políticas que hoje controlam o Congresso Nacional para a desmoralização do Parlamento".

"Graves denúncias pesam sobre a vida política de Renan e é inaceitável que ele retome um dos mais altos postos da República antes que tudo seja esclarecido. O Senado não pode continuar sendo dirigido por representantes de oligarquias políticas atrasadas e cruéis, que se apropriam em benefício próprio da riqueza do país e do fruto do trabalho do povo".

"A sociedade não tolera mais a corrupção e o descaso com a saúde, a educação, a segurança, o transporte e demais serviços públicos, que martirizam a vida das pessoas mais pobres. São muito elevadas as responsabilidades do Senado e muito amplos os poderes do seu presidente. Fazemos um apelo aos Senhores Senadores para que escolham um presidente ficha-limpa, comprometido com o desenvolvimento social e que seja capaz de dirigir o Senado com independência e dignidade".

Autor: Altamir Tojal

Bento XVI consola famílias das vítimas de tragédia em Santa Maria

PAPA BENTO XVI


Da Redação, com Rádio Vaticano


A Secretaria de Estado do Vaticano divulgou na manhã desta segunda, 28, o telegrama enviado pelo Papa Bento XVI ao Arcebispo de Santa Maria, Dom Hélio Adelar Rubert, expressando seu pesar pela tragédia ocorrida na madrugada desse domingo em uma boate, que ocasionou a morte de 233 jovens e a internação de dezenas em estado grave.

Leia o telegrama na íntegra:

Exmo Revmo Dom Hélio Adelar Rubert
Arcebispo de Santa Maria

Consternado pela trágica morte de centenas de jovens em um incêndio em Santa Maria, o Sumo Pontíficie pede a Vossa Excelência que transmita às famílias das vítimas suas condolências e sua participação na dor de todos os enlutados. Ao mesmo tempo em que confia a Deus Pai de misericórdia os falecidos, o Santo padre pede ao céu o conforto e restabelecimento para os feridos, coragem e a consolação da esperança cristã para todos atingidos pela tragédia e envia, a quantos estão em sofrimento e ao mesmo procuram remediá-lo, uma propiciadora bênção apostólica.

Cardeal Tarcísio Bertone
Secretário de Estado de Sua Santidade.

A Diocese de Balsas está em LUTO com o falecimento de Padre Pedro Fontes de Sousa

Pe. Pedro Fontes na tradicional Missa do vaqueiro.
 Foto: Reprodução

Pe. Pedro Fontes de Sousa, nasceu no dia 18 de janeiro de 1943, filho de Raimundo José Fontes e Raimunda Fontes de Sousa, natural de Formigas, município de Balsas/MA.

Fez o ensino fundamental no Colégio São Pio X em Balsas/MA e ensino médio no Colégio São Luis em São Luis/MA. Cursou ensino superior no Centro Teológico do Maranhão, formando-se em Filosofia e Teologia, entre os anos 1976 a 1979.

Foi ordenado Diácono no dia 30 de dezembro de 1979 e foi ordenado Pelo bispo Dom Rino Carlesí em 27 de julho de 1980, sendo o primeiro Padre Diocesano da Diocese de Balsas.

Teve formação em Pastoral e Catequese, no Instituto Superior de Pastoral e Catequese da Arquiodiocese de Salvador/BA (1974); Atualização teológica, no Instituto Teológico Pio XI – Salesianos (1981 a 1983) e Formação Permanente para presbíteros do Brasil (1998).

Na Diocese de Balsas exerceu as seguintes funções:

Pároco de Loreto/MA – Paróquia Nossa Senhora de Loreto (1980 a 1988)

Pároco de Paraibano/MA – Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (1988 a 1989)

Pároco de Balsas/MA – Paróquia Santo Antônio de Balsas (1990 a 1999)

Pároco de Tasso Fragoso/MA – Paróquia Nossa Senhora do Carmo (1998 a 2001)

Pároco de Balsas/MA – Paróquia Santo Antônio de Balsas (2002 a 2005)

Vigário Geral da Diocese de Balsas (1998 a 2001)

Representante dos Presbíteros da Diocese de Balsas (1993 a 2001)

Coordenador da Comissão Regional Nordeste V (CRP) (1993 a 2001)

Foi Reitor do Seminário maior em São Luis de (2005 a 2008)

Pe. Pedro Fontes, dedicou sua vida à Diocese de Balsas durante 32 anos, desenvolvendo trabalhos sociais na zona urbana e rural das Paróquias por onde passou. Foi também um dos idealizadores da missa do vaqueiro do dia 12 de junho no tradicional Festejo de Santo Antônio em Balsas – MA.  Pe. Pedro, faleceu em Araguaína/TO, no dia 28 de janeiro de 2013, às 1:30 h da manhã. A chegada do corpo está prevista para 12:00 hs e o velório acontecerá na Catedral Sagrado Coração de Jesus. O enterro será no dia 29 de janeiro As 8:00 h no cemitério central.
Pe. Pedro Fontes 


http://www.radioboanoticia.com.br/a-diocese-de-balsas-esta-de-luto-com-o-falecimento-de-pedre-pedro-fontes-de-sousa/

domingo, 27 de janeiro de 2013

Incêndio deixa 233 mortos em boate no Rio Grande do Sul


REUTERS/Edison Vara



SANTA MARIA, 27 Jan (Reuters) - Um incêndio numa boate em Santa Maria, interior do Rio Grande do Sul, deixou 233 mortos, a maioria por asfixia, e 117 feridos, na segunda maior tragédia deste tipo na história do Brasil.

O fogo, segundo autoridades, teria sido causado depois que um artefato de pirotecnia foi acionado durante o show de uma banda. Noventa e duas pessoas ainda estão hospitalizadas na cidade, enquanto algumas foram levadas para outros hospitais do Estado.

Quando o incêndio começou na madrugada de domingo, a casa noturna estava lotada, de acordo com o Corpo de Bombeiros, principalmente por universitários que acompanhavam o show da banda Gurizada Fandangueira. Das vítimas, segundo a prefeitura da cidade, 120 eram homens e 113 mulheres.

De acordo com informações dos Bombeiros e da Polícia Civil gaúcha, o incêndio na boate Kiss, uma das mais famosas da cidade de aproxidamente 260 mil habitantes e a cerca de 300 quilômetros da capital, teria começado por volta das 2h30 deste domingo, quando foi acionado um sinalizador por um dos integrantes da banda.

Uma das faíscas que saiu do artefato teria entrado em contato com teto, coberto por revestimento acústico, dando início à tragédia, segundo a delegada Luíza Sousa, da 2a Delegacia da Polícia de Santa Maria.

"O fogo espalhou-se em segundos", disse a delegada à Reuters.

A maioria das vítimas morreu asfixiada com a fumaça tóxica resultante da queima do revestimento acústico, disse o comandante do Corpo de Bombeiros do Estado, coronel Guido Pedroso de Melo. Um dos integrantes da banda também morreu.

A dimensão do desastre, o segundo maior incêndio no país depois do fogo que deixou 503 mortos em um circo em Niterói (RJ), em 1961, fez a presidente Dilma Rousseff cancelar seus compromissos na reunião de cúpula entre a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e a União Europeia, no Chile, e antecipar sua volta ao Brasil.

"Nesse momento de tristeza nós estamos juntos e necessariamente iremos superar, e mantendo a tristeza", disse, chorando a presidente em entrevista no Chile antes de embarcar para Santa Maria, onde visitou vítimas do incêndio e foi ao local onde estavam sendo identificados os corpos por familiares.


A presidente estava acompanhada de ministros, do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e do prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer.

Na avaliação do coronel Pedroso de Melo, dois fatores ajudaram a agravar o desastre: a superlotação da casa e a dificuldade das pessoas em deixarem o local. Segundo informações de sobreviventes, quando o incêndio começou, seguranças bloquearam a única saída do local para evitar que as pessoas saíssem sem pagar.

"A segurança trancou a saída das pessoas que estavam no local, não permitindo que saíssem rapidamente. Isso causou pânico e tumulto... Vi as pessoas amontoadas e mortas próximo da saída", disse o comandante, que afirmou que havia 1.500 pessoas na boate no momento do incêndio e que a casa tinha permissão para receber até mil pessoas.

Os primeiros membros da corporação que chegaram para atender a ocorrência contaram que a fumaça no local fez alguns deles passarem mal no início dos resgates. Em meio à cena de caos e tragédia, o som dos celulares das vítimas tocando era incessante, segundo os bombeiros.

Homens com picaretas quebraram as paredes para ajudar na ventilação do local, dispersar a fumaça e facilitar o acesso ao local.

"O material do revestimento se consumiu sem chamas, mas provocando uma fumaça tóxica", disse sargento Robson Muller, comandante do turno que atendeu a ocorrência às 3h20.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que visitou vítimas da tragédia, alertou que mesmo aquelas que conseguiram escapar ilesas correm o risco de sofrer problemas posteriores por conta da inalação de fumaça tóxica.

FUGA DIFÍCIL

O coronel Pedroso de Melo afirmou ainda que a boate estava com alvará de funcionamento vencido, mas que tinha instalados os equipamentos de prevenção a incêndio e que a renovação do documento estava em andamento. Portanto, segundo ele, tinha situação regular.


"Tinha vencido o alvará deles, mas eles tinham toda a parte preventiva instalada no prédio", explicou o coronel Guido Pedroso de Melo em entrevista à Reuters por telefone.

"O problema foi usar o instrumento pirotécnico, o que não era permitido."

O local tinha, segundo os Bombeiros, uma única porta de acesso, que servia para entrada e saída. O coronel Pedroso de Melo, dos Bombeiros, no entanto, disse que o "dimensionamento" dessa porta era adequado, desde que fosse respeitado o limite da capacidade.

A Polícia Civil abrirá agora um inquérito para apurar as responsabilidades pelo incêndio e, em nota em que manifesta pesar pelas vítimas, a boate afirma que está à disposição das autoridades para "prestar os esclarecimentos que se façam necessários".

No local da tragédia, depois que os corpos foram retirados, via-se pilhas de sapatos, poças d'água, chumaços de cabelo espalhados no chão, possivelmente arrancados durante a tentativa de fuga, e um cheiro quase irrespirável de queimado.

O que eram bancos de um bar, agora é uma pilha de ferro retorcido, o palco não existe mais e há ainda restos do que era o revestimento acústico pendurado em partes do teto.

CORPOS ENFILEIRADOS NO CHÃO

Momento após o incêndio, os primeiros atendimentos às vítimas foram feitos no estacionamento de um supermercado ao lado da boate, que fica no centro da cidade.

Parentes das vítimas fizeram a identificação em um centro esportivo da cidade onde os corpos foram reunidos. Segundo o governo gaúcho, 230 vítimas já foram identificadas. 


No local de reconhecimento, durante todo o dia familiares ainda em choque aguardavam em filas. Apenas dois integrantes de cada família puderam percorrer o local onde os corpos foram alinhados no chão do ginásio, em um trabalho lento e doloroso para confirmar a identidade de cada um dos mortos.

"É o dia triste da minha vida. Eu nunca pensei que ia viver isso e ver minha menina indo embora", disse à Reuters Neusa Soares, de 64 anos, lamentando a morte da filha Viviane Tolio Soares, 22, enquanto aguardava na fila para entrar no ginásio.

Todos os familiares eram amparados por assistentes sociais e recebiam luvas de borracha e máscaras cirúrgicas antes de entrarem no local.

Não havia mais capelas mortuárias disponíveis na cidade para realizar os velórios. Em função disso, a prefeitura realizava velórios coletivos no início da noite de domingo.

A prefeitura de Santa Maria decretou luto oficial de 30 dias por conta da tragédia.

(Com reportagem de Eduardo Simões, Guillermo Parra-Bernal, Esteban Israel e Bruno Federowski em São Paulo). 



Número de casos de hanseníase no Brasil é alarmante, diz coordenador do Morhan


VITOR ABDALA

O Brasil é o segundo país do mundo com maior número de casos de hanseníase, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Em 2011, o país registrou cerca de 34 mil novos casos da doença, número inferior apenas aos 127 mil casos na Índia, mas com uma população cinco vezes maior.

Segundo o coordenador nacional do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan), Artur Custódio, a situação do Brasil é alarmante, principalmente porque há muitos registros da doença em crianças e adolescentes com menos de 15 anos, totalizando 2.420 casos. De acordo com dados do Ministério da Saúde, em 2012 foram detectados quase 29 mil casos de hanseníase no país, dos quais 1.936 em menores de 15 anos.

'É raro hanseníase em criança. Hanseníase em criança significa adulto sem tratamento, significa demanda oculta [casos que não entram nas estatísticas]. Isso é mais criança doente do que todas as crianças doentes de hanseníase somadas da América, África e Europa. O Brasil está com um índice alarmante', disse Custódio.

De acordo com o Ministério da Saúde, os casos de hanseníase diminuíram 26% entre 2001 e 2011. No entanto, a queda da doença no resto do mundo foi muito mais acentuada, já que, segundo a OMS, em um período de seis anos (entre 2004 e 2010) houve uma redução de 40% nos casos da doença em todo o mundo.

Segundo Custódio, para reduzir essas estatísticas é preciso que os três níveis de governo intensifiquem suas ações na prevenção e no tratamento da doença. Ele defende que sejam realizadas campanhas de conscientização da população e também a qualificação dos profissionais de saúde para atender aos pacientes.

O papel do Ministério da Saúde, para Custódio, consiste em basicamente repassar recursos para os municípios. 'Muitas vezes, esses recursos não são nem fiscalizados. Estamos inclusive pedindo ao Ministério Público que fiscalize esses recursos, porque a gente sabe de municípios que não utilizaram esse financiamento ou utilizaram para a compra de outras coisas. A gente precisa de mais, que todas as esferas de governo estejam envolvidas em um processo de eliminação. É preciso colocar isso como uma prioridade na pauta do governo', disse.

O coordenador da Morhan também critica o ministério por não participar das mobilizações no Dia Mundial e Nacional de Combate à Hanseníase, comemorado neste domingo (27). 'Nos últimos três anos, nos dias mundiais de combate à hanseníase, o Ministério da Saúde não fez nenhuma campanha, não fez nenhum material publicitário novo. O Dia Mundial da Hanseníase foi criado pela ONU [Organização das Nações Unidas] em 1954 porque um dos maiores problemas da hanseníase era a falta de informação e de campanhas educativas. Parece que a gente ainda não aprendeu isso."

Edição: Andréa Quintiere
 Agência Brasil

AÇÃO DA CEMAR MELHORA QUALIDADE DE ENERGIA EM ALTO PARNAÍBA



A ação atendeu a solicitação da comunidade que reclamava de oscilações e interrupções.



Rua Presidente Juscelino Kubitschek, bairro Santa Cruz


Para melhor atender os clientes no município Alto Parnaíba, a Companhia Energética do Maranhão (CEMAR), está realizando várias ações do projeto AGIR, dentre elas, uma grande manutenção na rede elétrica que beneficiará diretamente todos os clientes da região, que deixará a rede de energia mais protegida, pois trará mais confiabilidade e qualidade ao sistema elétrico. Além de ter várias unidades consumidoras ligadas fora do padrão e em situação irregular em Alto Parnaíba, a região apresentava diversas áreas em sobrecarga de energia.

Entre os dias 10 a 13 de dezembro foi realizada uma inspeção inicial com o aparelho de termovisão. Esse instrumento transforma a radiação infravermelha, que é invisível ao olho humano, em uma energia visível através das cores. Com essa técnica foi possível identificar quais locais estavam com sobrecarga de energia e deveriam receber a manutenção.

Para resolver a situação foi realizada a troca de 70 vãos de cabos nus (sem proteção) para multiplexado (com proteção)  e instalados três religadores Cooper. A ação possibilitou a regularização da situação de 296 unidades consumidoras, ou seja, aproximadamente 1200 pessoas. Além disso, o veículo do plantão, uma S10 4x4 foi substituída por uma Hilux 4x4.

De acordo com Pedro Jorge Alvarenga, Executivo de Serviço de Rede da CEMAR, o sistema elétrico do município estava necessitando dessa melhoria. “A ação atendeu a solicitação da comunidade que reclamava de eventuais oscilações e interrupções no fornecimento de energia no centro da cidade. Com a execução da obra de melhoria, onde substituímos a rede antiga, que utilizava cabo nu, por uma rede moderna que utiliza cabo multiplexado, teremos o fornecimento de energia com melhor qualidade, maior confiabilidade e segurança”, destacou.

O projeto AGIR em Alto Parnaíba beneficiou centenas de famílias com a padronização da rede de distribuição de energia, negociação de débitos e orientação sobre segurança e o consumo.

Folha Maranhão 13/01/2013
http://folhamaranhao.com/cidades/alto-parnaiba/acao-da-cemar-melhora-qualidade-de-energia-no-alto-parnaiba-30252.html

sábado, 26 de janeiro de 2013

Vice-Prefeito de Riachão, Pedrinho Ubiraja !

Camarada Pedro Ubirajara, Vice-Prefeito de Riachão,  grande amigo.

ALTO PARNAÍBA E A CHUVA!!!


Durante a chuva de hoje a tarde, saímos pelas ruas de Alto Parnaíba e registramos como a cidade reage no período chuvoso.

Confira as fotos da Agência BPI - Biah Produções e Informática: 

Em 25 de Janeiro de 2013


Pça. Cel. Adolfo Lustosa.

Pça. Cel. Adolfo Lustosa.



Rua Intendente Odonel Brito

Rua Senador Vitorino Freire

Rua Intendente Odonel Brito

Igreja Nossa Senhora das Vitórias

Rua Senador Vitorino Freire

Rua Intendente Odonel Brito

Rua Intendente Odonel Brito

Rua Intendente Odonel Brito

Rua Intendente Odonel Brito

Beira Rio

Praça Cel. Antonio Luiz

Praça Cel. Antonio Luiz

Rio Parnaíba

Quadra de Esportes Bairro Santonio

Beira Rio

Estrada de Lizarda

Santo Antonio

Entrada da cidade - TO

Entrada da cidade - TO


Governo do Estado anuncia concurso com mil vagas para a Saúde

Governo do Estado anuncia concurso com mil vagas para a Saúde   Secretário Carlos Lula e o Governador Flávio Dino. O Governo do...