sábado, 22 de março de 2014

“O PCdoB está pronto para o grande desafio de 2014,” diz presidente Márcio Jerry

“O PCdoB está pronto para o grande desafio de 2014,” 
diz presidente Márcio Jerry





O aniversário de 92 do PCdoB será comemorado na noite da próxima terça (25) em São Luís. Com a presença de filiados, militantes e simpatizantes de todo o Maranhão, o PCdoB reunirá também movimentos sociais e lideranças de outras siglas para celebrar a data. “O PCdoB está pronto para os desafios de 2014,” destaca o presidente estadual do partido, Márcio Jerry.

Márcio Jerry

O convite feito pelo PCdoB para a comemoração de mais um aniversário coincide com o mês em que o Brasil está relembrando os crimes praticados pela Ditadura Militar que comandou o país por duas décadas. O PCdoB lutou pelo restabelecimento da democracia no país e hoje tem como marca a defesa dos direitos e da igualdade para todos os brasileiros.

No caso do Maranhão, o significado da comemoração é ainda maior. Para o presidente do partido, o PCdoB ser um dos partidos à frente da defesa dos maranhenses e do fim de um modelo político oligárquico no estado tem forte significado histórico. “No ano em que o Golpe Militar completa 50 anos, o PCdoB-MA estará forte na luta contra um dos últimos resquícios desse tempo tenebroso”, afirmou em entrevista.

A militância do PCdoB esteve ligada às lutas democráticas brasileiras desde a sua fundação. O secretário de comunicação do partido, Egberto Magno, fez questão de ressaltar a luta contra qualquer tipo de repressão no Brasil. Egberto homenageou centenas de filiados que tombaram nas lutas pela redemocratização do Brasil.

José Haroldo, presidente do PCdoB – São Luís, destacou o fortalecimento do partido no estado e na capital. “Hoje, o PCdoB ocupa uma centralidade, atua como protagonista no processo de mudança em nosso estado,” disse, ao lembrar que o partido possui grande apoio nos movimentos sociais e nas lutas de classe.


Para lembrar a história de lutas e de defesa da Democracia no Brasil e no Maranhão, o PCdoB promove um grande encontro com a militância a partir das 18h, no Grand São Luís Hotel (Centro).

quinta-feira, 20 de março de 2014

Municípios realizam atividades por todo o estado durante greve

Municípios realizam atividades por todo o estado durante greve

Passeata - Alto Parnaíba 

Dezenas de fotos registram as manifestações dos núcleos regionais do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Maranhão (SINPROESEMMA), numa demonstração de que é significativo o número de adesões dos municípios maranhenses à greve geral.

Educadores e educadoras de São João dos Patos, Bacabal, Santa Quitéria, Chapadinha, Santa Inês, Sucupira do Norte, Lago do Junco, Presidente Dutra, Viana e de centenas de outras cidades paralisaram as atividades nestes três dias de greve nacional pela qualidade da educação pública e a valorização dos trabalhadores em educação.

Houve manifestações para apresentar a pauta do movimento à sociedade e reuniões com a categoria para discutir assuntos como mais investimentos para o ensino público.

 
Greve Nacional - São João dos Patos


SÃO JOÃO DOS PATOS

Em São João dos Patos, foi registrada adesão total; as escolas estaduais paralisaram as aulas nos três dias. Algumas escolas municipais também aderiram à greve convocadas pelo SINPROED. O Sindicato reuniu-se no Asa Delta para esclarecer a sociedade sobre os motivos da paralisação.



PRESIDENTE DUTRA

Em Presidente Dutra, sob a coordenação do professor Aceilton Soares, do Núcleo do SINPROESEMMA na região, os trabalhadores receberam o apoio dos estudantes nas ruas na passeata promovida nesta quarta-feira (19) nas ruas do centro do município.



CODÓ

Na cidade de Codó, região dos Cocais, os educadores realizaram uma caminhada pelas principais ruas da cidade, com atos públicos em frente ao Ministério Público (MP) e a prefeitura municipal. Nos dois primeiros dias de greve, segundo a regional do SINPROESEMMA em Codó, houve grande adesão dos educadores.



SANTA INÊS

Em Santa Inês, também com a orientação do núcleo sindical do SINPROESEMMA, foi promovida atividades locais. Na segunda-feira (17), houve aa passeata dos trabalhadores pelas principais ruas da cidade e na terça-feira (18) ocorreu os debates em torno dos temas da greve.

BACABAL

Em Bacabal, professores e o núcleo regional do SINPROESEMMA movimentaram a cidade, desde o primeiro dia de greve com uma grande concentração na sede do Sindicato.

Segundo informações da secretária de Relações Institucionais do SINPROESEMMA, Marilene Gaioso, no segundo dia da greve geral, uma grande caminhada tomou as ruas do Centro de Bacabal, seguida de ato público na Praça Silva Neto. O encerramento da paralisação geral, dia 19, teve ato público em frente à Câmara Municipal, pela manhã e à tarde.

VIANA

Em Viana, uma passeata marcou, nesta quarta-feira(19), o último dia de greve nacional. Trabalhadores filiados ao SINPROESEMMA e ao Sindicato dos Professores do Município, dirigido pelo secretário de Formação do SINPROESEMMA, Williandckson, aproveitaram a data para unir forças e cobrar o cumprimento integral da Lei do Piso na rede municipal de Viana.



ALTO PARNAÍBA


Em Alto Parnaíba, o SINSEPAP (Sindicato dos Servidores Públicos do Municipio de Alto Parnaíba)  realizou assembleias no dia 17, com  educadores da rede municipal e estadual, e, em pauta a paralisação por três dias aceita por unanimidade. Na quarta(19),  houve passeata pela principal rua da   cidade. A pauta de Alto Parnaíba: Explicação sobre a forma como é concedida carga horária dobrada para alguns profissionais da educação, urgência na realização de concurso público, suspensão das contratações temporárias e pagamento das horas aulas excedente á Lei do Piso.

FONTE: 


VEJA MAIS EM:

terça-feira, 18 de março de 2014

ATENÇÃO! LEI DO PISO GARANTE: Quem tem 20 horas de jornada deve ficar apenas 13 horas em sala de aula.

Em nota, Sinproesemma mostra que piso é lei e gestores não cumprem 1/3 da jornada extraclasse


O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (SINPROESEMMA) posiciona-se, publicamente, contra qualquer medida ou movimento de gestores públicos do Maranhão que contrariem as conquistas alcançadas pela Educação Pública do Brasil, com a criação da Lei do Piso (11.738/2008).

segunda-feira, 17 de março de 2014

Em assembleia professores da rede municipal de ensino aprovam paralisação de dois dias em Alto Parnaíba MA


Interrupção nas atividades está programada para começar na terça-feira (18).




Em apoio a um movimento nacional, professores aprovaram nesta segunda-feira (17) em assembleia na Unidade Integrada Marly Sarney, em Alto Parnaíba, uma paralisação de dois dias na rede municipal de ensino. A interrupção nas atividades está programada para ocorrer entre a próxima terça (18) e quarta (19). Já a possibilidade de uma greve por tempo indeterminado foi descartada durante o encontro.

A paralisação segue uma orientação nacional da categoria, que critica principalmente o descumprimento da Lei do Piso Nacional do Magistério em alguns estados e municípios.

A manutenção dos planos de carreira e a exigência de que o governo federal invista 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em educação também fazem parte da lista de reivindicações da mobilização nacional. Em Alto Parnaíba, os professores também criticam a forma como é concedida carga horária dobrada para alguns profissionais da educação, pede urgência na realização de concurso público, suspensão das contratações temporárias e pagamento das horas aulas excedente á Lei do Piso.

Esta sendo programada para quarta-feira (19) uma mobilização com passeata pelas principais ruas da cidade a partir das 16 horas.


Seguindo dirigentes do SINSEPAP – Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Alto Parnaíba: “ainda não há clima para greve por tempo indeterminado. Mas vamos investir na continuidade do debate".

sexta-feira, 14 de março de 2014

Diálogos Programáticos inicia agenda para formulação de Programa de Governo

Diálogos Programáticos inicia agenda para formulação de Programa de Governo



Primeira etapa do evento acontece em seis cidades da região tocantina.

Uma nova etapa do movimento “Diálogos pelo Maranhão” será iniciada amanhã (13), na região tocantina por meio do “Diálogos Programáticos”, com uma agenda para intensificar a formulação de um Programa de Governo que priorize a participação dos cidadãos na construção de uma nova realidade para o estado.

Coordenado pelo pré-candidato Flávio Dino, o movimento “Diálogos pelo Maranhão”, que já visitou mais de sessenta cidades desde o seu lançamento, em março do ano passado, inicia agora uma nova etapa de consolidação de ideias, propostas e colaborações vindas de todas as regiões do estado, através dos “Diálogos Programáticos”.

Membros da equipe do Programa de Governo estarão representando o pré-candidato em eventos simultâneos que acontecerão, nesta primeira fase, em seis cidades da região tocantina. Bom Jesus das Selvas e Buriticupu recebem os debates nesta quinta (13). Em seguida, na sexta (14), o evento acontece no município de Itinga. No sábado (15) os debates acontecerão em Cidelândia, Porto Franco e Estreito.


Movimentos sociais, lideranças religiosas, sindicais, empresariais e políticas estarão envolvidas nos “Diálogos Programáticos”. As ações preveem, ainda, eventos em cidades das diferentes regiões do Maranhão nas próximas semanas, promovendo a construção de políticas públicas e de um programa de governo com a mais ampla participação popular.

quinta-feira, 13 de março de 2014

MA 006 É A SEGUNDA PIOR ESTADA NO RANKNG DA CNT

MA 006 É A SEGUNDA PIOR ESTADA  NO RANKNG DA CNT


Segundo a Confederação Nacional do Transporte - CNT, a segunda no ranking das piores estradas do Brasil é a MA 006, que tem inicio  na cidade de Cururupu e estende-se até o distrito de Curupá, no município de Alto Parnaíba, no extremo sul do estado, passando pela cidade  de Balsas, onde recebe o nome de Avenida Contorno, e segue sentido à cidade de Alto Parnaíba,  margeando a  cidade de Tasso Fragoso.


A pior situação está no município de Alto Parnaíba, que recebe mais de  150 km desta rodovia. No trecho entre o rio Pureza (45 km), divisa com o município de Tasso Fragoso e a sede do município, não tem sinalização, nem acostamento e o asfalto que ainda existe está quase todo rachado. O outro trecho no município vai até ao distrito de Curupá e o Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba, com 120 km, está totalmente abandonada e devido ao período chuvoso dos últimos meses, a coisa ficou muito pior.


Veículos, motoqueiros e demais que por ali passam, enfrentam as dificuldades de chegar ao único Distrito do município. Entre elas, lama, buracos que parecem verdadeiras crateras, mata e muito mais.

 
Olha a situação da estrada / Foto: Saulo Santos

O Distrito do Curupá completou 65 anos no último dia 31 de dezembro e foi criado pela lei estadual nº 269, de 31 de dezembro de 1948, em divisão territorial datada de 1-VII-1950.



Apesar da riqueza da região, os agricultores preferem perder a colheita que enfrentar a terrível situação em que se encontra a estrada. Muitos deles levam alguns produtos para a cidade de Barreiras do Piauí - PI, para não ter que pagar para vender.
 
Lama / Foto: Raildson Rocha


A única “melhoria” feita na estrada, foi à retirada das enxurradas que estavam passando pelo local chamado de “grota dos Lopes” a cerca 18 km da cidade, no dia 01 de março. As dificuldades encontradas por veículos são visíveis, até os motoqueiros mais radicais, reclamam da estrada, que coloca em risco a vida de muitos que precisam trafegar.

Fonte: 

quarta-feira, 12 de março de 2014

CNTE e SINPROESEMMA convocam greve pelo cumprimento da lei do piso, carreira e jornada

CNTE e SINPROESEMMA convocam greve pelo cumprimento da lei do piso, carreira e jornada


A CNTE e o SINPROESEMMA (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão) convocam mobilização para os dias 17, 18 e 19 de março. Os educadores vão parar o Maranhão e o Brasil para exigir o cumprimento da lei do piso, carreira e jornada, investimento dos royalties de petróleo na valorização da categoria, votação imediata do Plano Nacional de Educação, destinação de 10% do PIB para a educação pública e contra a proposta dos governadores e o INPC.
A mobilização foi anunciada pela entidades após, ao arrepio da Lei, o Ministério da Educação orientar a atualização do piso em 8,32%, com a publicação, no dia 18/12 do ano passado, por meio da Portaria Interministerial nº 16 (DOU, pág. 24), da nova estimativa de custo aluno do Fundeb para 2013, a qual serve de referência para a correção do piso salarial do magistério em 2014.
O critério utilizado pelo MEC para atualizar o piso, em 2014, compara a previsão de custo aluno anunciada em dezembro de 2012 (R$ 1.867,15) com a de dezembro de 2013 (R$ 2.022,51), sendo que o percentual de crescimento entre os valores foi de 8,32%, passando o piso à quantia de R$ 1.697,37. Até então, a previsão de atualização era de 19%.
Assim como no ano passado, a CNTE e suas entidades filiadas, entre as quais oSINPROESEMMA, questionou o percentual de correção do piso para 2014, uma vez que dados já consolidados do Fundeb, até novembro de 2013, apontavamm crescimento do valor mínimo de aproximadamente 15%. E isso levou a crer que o MEC agiu na ilegalidade, a fim de contemplar reivindicações de governadores e prefeitos que dizem não ter condições de honrar o reajuste definido na Lei do Piso, mas que, em momento algum, provam a propalada incapacidade financeira.
Se, em 2013, o calote no reajuste do piso foi de cerca de 8%, este ano ele ficará em torno de 7%, totalizando 15%, fora as contradições interpretativas do acórdão do STF sobre o julgamento da ADIn 4.167, que excluiu o ano de 2009 das atualizações e fixou percentual abaixo do previsto em 2010, conforme denunciado à época pela CNTE.
Diante da nova “maquiagem” que limitará o crescimento do piso, inclusive à luz do que vislumbra a meta 17 do PNE, a CNTE e o SINPROESEMMA anteciparam sua decisão de organizar grande mobilização nacional da categoria no início doano letivo, orientando suas entidades filiadas a ingressarem na justiça local contra os governadores e prefeitos que mantêm a aplicação dos percentuais defasados para o piso do magistério, como forma de contrapor os desmandos dos gestores públicos que têm feito caixa com os recursos destinados à valorização dos profissionais das escolas públicas.
Plano Nacional de Educação
O plenário do Senado Federal aprovou dia 17, a versão do PNE que seguirá para análise final na Câmara dos Deputados. Em nota, a CNTE expôs sua contrariedade ao relatório final do Senado, apontando os pontos críticos que a Entidade lutará para que sejam revertidos na tramitação da Câmara dos Deputados, que deverá ocorrer no início deste ano.
Essa tramitação derradeira colocará frente a frente os substitutivos aprovados pela Câmara e o Senado, devendo prevalecer um dos dois textos. E a CNTE e o SINPROESEMMA lutará pela manutenção das metas de alfabetização até o fim do primeiro ciclo do ensino fundamental, pela expansão das vagas públicas na educação profissional e no ensino superior, pela destinação das verbas públicas (10% do PIB) para a educação pública, assim como requererá a manutenção de artigos do projeto de lei e de estratégias do substitutivo da Câmara, a exemplo da que prevê a fixação de prazo para aprovação da Lei de Responsabilidade Educacional – a fim de que o PNE não se torne uma nova carta de intenções – e da que garante a complementação da União ao CAQ, além de outros pontos.


segunda-feira, 10 de março de 2014

A EDUCAÇÃO DO MARANHÃO NO FANTÁSTICO, DA TV GLOBO



A EDUCAÇÃO DO MARANHÃO NO FANTÁSTICO, DA TV GLOBO



Depois da Segurança Pública e da Violência em Pedrinhas, agora foi uma escola abandonada em Codó que demonstrou a necessidade urgente de mudanças nas políticas públicas maranhenses.

Quando deputado federal, lutei intensamente pela aprovação do Piso Salarial dos Professores. A emenda que garantiu esse direito aos professores aposentados é de minha autoria. Tenho acompanhado no FNDE e no MEC, em Brasília, conquistas de dezenas de cidades maranhenses.

É preciso que o governo do Estado faça a sua parte, inclusive no acompanhamento dos serviços municipais, na assistência técnica e em apoio financeiro. A UEMA deve assumir o papel de instância central para a elevação da qualidade da educação básica.

E acredito que o Ministério Público e o Judiciário podem fazer muito mais na fiscalização e punição de gestores que cometem o crime hediondo de desviar dinheiro do FUNDEB.


quinta-feira, 6 de março de 2014

CNBB lança oficialmente a Campanha da Fraternidade 2014

CNBB lança oficialmente a Campanha da Fraternidade 2014



O tema é “Fraternidade e Tráfico Humano”


A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abriu oficialmente a Campanha da Fraternidade de 2014 nesta Quarta-feira de Cinzas, dia 5 de março, em sua sede em Brasília (DF). Este ano, a campanha aborda o tema “Fraternidade e Tráfico Humano” e o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1).

Representantes do governo e entidades da sociedade civil marcaram presença na solenidade, entre eles o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso; o representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcello Laverene Machado; e a secretária executiva do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), pastora Romi Márcia Bencke.

O bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, presidiu a cerimônia. Segundo dom Leonardo, a Igreja inicia um “tempo de conversão” em se tratando da Quaresma. No Brasil, a Conferência dos Bispos apresenta a Campanha da Fraternidade “como itinerário de libertação pessoal, comunitária e social”.

Para dom Leonardo Steiner, a CF 2014 quer contribuir na identificação das práticas do tráfico humano em suas várias formas. “O tráfico humano de hoje é, certamente, fruto da cultura que vivemos. A Campanha da Fraternidade, ao trazer à luz um verdadeiro drama humano deseja despertar a sensibilidade de todas as pessoas de boa vontade”, explicou.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, disse que o governo se une à CNBB e às demais entidades na luta contra o tráfico de pessoas. Para o ministro, o Estado deve reagir frente a essa realidade. “É inaceitável um crime como o tráfico humano e que pessoas sejam tratadas como objetos, como escravos. Não importa a modalidade deste crime. Ele tem que ser objeto de uma reação muito forte da sociedade moderna, do Estado moderno”, disse.

Mensagem do papa

O papa Francisco enviou mensagem por ocasião da abertura da campanha no Brasil. O texto foi lido pelo secretário executivo da CF 2014, padre Luiz Carlos Dias.
De acordo com o papa, não é possível ficar impassível, sabendo que existem seres humanos tratados como mercadoria.  "Pense-se em adoções de criança para remoção de órgãos, em mulheres enganadas e obrigadas a prostituir-se, em trabalhadores explorados, sem direitos nem voz, etc”, disse.  O papa se dirigiu aos fiéis, exortando sobre a problemática do tráfico de pessoas. “Queridos brasileiros, tenhamos a certeza: Eu só ofendo a dignidade humana do outro, porque antes vendi a minha”, lembrou o papa.

Dignidade humana

Para a secretária executiva do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), pastora Romi Márcia Bencke, é necessário debater a temática do tráfico humano de forma aberta e coerente. “A Campanha da Fraternidade nos coloca um grande desafio de falar honestamente das hierarquias econômicas, sociais e culturais, que acabam legitimando esse tipo de exploração humana”, apontou a pastora.


O representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcello Laverene Machado, destacou que a OAB reconhece a CNBB como uma parceira de lutas em defesa da dignidade humana. “A Campanha da Fraternidade vai chamar a atenção para essa grande chaga que é a opressão, o abandono, em uma sociedade estruturada sob bases injustas, visando apenas o consumismo e o capitalismo. Que cada brasileiro nesta campanha, lute pelo desaparecimento do tráfico humano”, concluiu.

Alto Parnaíba

Em Alto Parnaíba, a abertura da CF 2014 foi feita na tradicional Missa de Quarta-Feira de Cinzas, celebrada pelos padres Ugo e Alex, o evento reuniu dezenas de fieis na Igreja Matriz, que contou com a animação dos Jovens e do Terço dos Homens, que antes da celebração rezou o Santo Terço. 

Veja fotos: 

segunda-feira, 3 de março de 2014

O carnaval em Tasso Fragoso será nessa segunda e terça

O carnaval em Tasso Fragoso será nessa segunda e terça


Erivaldo Araújo


Depois de momentos difíceis vividos por várias famílias em Tasso Fragoso, com vários óbitos, o que levou a administração municipal decretar luto no município, o carnaval  foi reduzindo e acontecerá nesta segunda e terça-feira,  com duas bandas por noite. Segunda Forró do Top e o Som do Cavalinho e desfile dos blocos, na terça Sedusamba e cupidos do Forró elétrico além da escolha da musa 2014.


Vamos participar!

CRIATIVIDADE E DESENVOLVIMENTO

CRIATIVIDADE E DESENVOLVIMENTO

Por: Flávio Dino 

FLÁVIO DINO 

A principal marca da cultura brasileira é a diversidade, como o Carnaval demonstra tão bem. Nos quatro dias de festas, somos capazes de, em cada cidade de nosso país, expressar as diferentes formas de sermos brasileiros. Aqui em nosso estado, esses são dias de expor a alegria de ser maranhense, tomando as ruas com a criatividade do nosso povo. Além de seu essencial valor subjetivo, de valorizar a criatividade da população e ser um momento de autoafirmação de nossa cultura, o Carnaval tem desdobramentos econômicos, pelo volume de paixões que mobiliza.


Em todo o Brasil, somente os estrangeiros que nos visitaram durante o mês do Carnaval do ano passado injetaram mais de 600 milhões de dólares em nossa economia – ou seja, mais de R$ 1 bilhão. É dinheiro que gera renda a milhares de pessoas, como artesãos, comerciantes, vendedores ambulantes, costureiras e toda a ampla cadeia do turismo (hotéis, restaurantes, taxistas etc). Como esse dado sublinha, a nossa diversidade cultural gera e estimula uma máquina importante: a economia criativa.


Na Embratur, durante meus dois anos e oito meses de gestão, fiz questão de intensificar as press trips – que são viagens guiadas de jornalistas – para conhecerem o Carnaval brasileiro. Também implantei as press trips para festas juninas, com São Luís no roteiro. É uma forma de divulgar nossa cultura e contribuir com o aumento do ingresso de divisas no país e em nosso estado.



A pujança do Carnaval também mostra que estamos aptos à realização dos megaeventos. Muitas das cidades-sede da Copa do Mundo em 2014, por exemplo, recebem mais turistas durante os dias de Carnaval do que receberão nos jogos de futebol. Por conseguinte, fica comprovada nossa capacidade na realização de grandes eventos de massa, apesar de problemas que subsistem.

Em São Luís e muitas cidades maranhenses, o carnaval de rua sempre foi e sempre será nosso principal atrativo. A descentralização do incentivo às brincadeiras de carnaval é um importante passo que deve ser dado, pois assim um contingente ainda maior de cidadãos poderá participar, perto das suas casas e gerando trabalho em todo o estado. Desse modo, haverá mais oportunidades de lazer e também de negócios para microempreendedores.

Fiquei especialmente feliz ao ver que o Carnaval patrocinado pela Prefeitura de São Luís é uma boa representação do que o Maranhão tem de melhor, de acordo com a programação montada pela FunC (Fundação Municipal de Cultura) por meio de chamada pública e de convite a grupos de amplo reconhecimento. Em 4 dias de festa, escolas, blocos, brincadeiras, bandas, todos terão vez e voz. Irei acompanhar com muita atenção e vibração a Trupiada com os batalhões pesados dos bois de matraca, que encerrará a programação.

Sublinho o lembrete de que, em meio às festas, é fundamental que haja prudência, respeito às leis e ao próximo. Um carnaval sem violência e sem irresponsabilidade no transito é a combinação perfeita para esses dias de intensa mobilização da sociedade.

Aos que passarão esses dias em seus lares, locais de trabalho ou em suas Igrejas, também desejo que tudo corra bem, com paz para todos.

sábado, 1 de março de 2014

OBRA MAL SINALIZADA ESTÁ CAUSANDO ACIDENTES

OBRA MAL SINALIZADA ESTÁ CAUSANDO ACIDENTES

A placa passa uma rápida impressão de ser um pequeno declive!
Prefeito Antônio Rocha Filho/ Foto: Agência BPI
Uma obra "galeria" de responsabilidade da Prefeitura Municipal de Alto Parnaíba, que está sendo construída entre  as Ruas Capitão Daniel Brito e Prefeito Antônio Rocha Filho, na saída para o Distrito do Curupá, com o objetivo de escoar água da chuva, que se bem executada será de fundamental importância para o bairro São José, em dias de chuva a rua Capitão Daniel Brito se transforma em um grande rio. Mas infelizmente a referida obra vem causando diversos transtornos e incômodos especialmente a motoristas e motoqueiros que passam pela referida rua.
Rua Capitão Daniel Brito/ Foto: Agência BPI
A obra está em fase de conclusão, e apesar de uma placa de um lado e outro avisando do declive, alguns motoqueiros já caíram, e, há poucos dias um veiculo ficou preso no local. A placa passa uma rápida impressão de ser um pequeno declive, quando na verdade é o contrario.

Prefeito Antônio Rocha Filho/ Foto: Agência BPI
Segundo moradores vizinhos da obra, a mesma, não foi construída pensando nos veículos baixos e quando estiver muita água no local os mesmos ficarão impedidos de atravessarem. sem falar que poderá causar acidentes porque não são devidamente sinalizados e iluminados. O declive mede cerca de um metro de profundidade e cerca de dois metros de largura.

Caso os donos de veículos se sintam prejudicados podem mover ação contra o órgão responsável que terá que responder judicialmente pela sua culpa, sendo o engenheiro projetista o principal responsável.

Mesmo a via não sendo de alta velocidade, é importante implantar um meio que alerte os motoristas, evitando assim, maiores danos aos veículos e motos ou até mesmo, perda de controle da direção.
Por Carlos Biah e Raildson Rocha

GOVERNO LANÇA, NESTA TERÇA-FEIRA (25) DECRETO COM INCENTIVOS AOS MUNICÍPIOS À ADESÃO AO SELO UNICEF

GOVERNO LANÇA, NESTA TERÇA-FEIRA (25) DECRETO COM INCENTIVOS AOS MUNICÍPIOS À ADESÃO AO SELO UNICEF Fonte: Seepp/Segov/Sedihpop ...