quarta-feira, 30 de abril de 2014

O sepultamento de Zé Paraíba será nesta quinta-feira, 1º de Maio

O sepultamento de Zé Paraíba será nesta quinta-feira, 1º de Maio

 
Zé Paraíba- Foto Arquivo Agência  BPI
          
Durante toda a tarde de hoje, 30 de abril, inúmeras pessoas passaram pelo velório do ex-prefeito. E, nesta  quinta-feira, 1º de maio a partir das 07 horas Zé Paraíba receberá homenagens na Câmara de Vereadores, às 08 horas haverá Missa de Corpo Presente na Igreja Matriz Nossa Senhora das Vitórias, de onde partirá para o Cemitério Municipal de Alto Parnaíba e posteriormente será sepultado.



Descanse e Paz!!!



Dezenas de populares e autoridades recebem corpo de Zé Paraíba

Dezenas de Populares e autoridades recebem Corpo de Zé Paraíba

Foto :: Arquivo Agênia BPI

O corpo do ex-prefeito Zé Paraíba chegou em Alto Parnaíba por volta do meio dia, desta quarta-feira, 30, e foi recebido por dezenas de populares e autoridades, dentre elas o Prefeito Municipal Itamar Vieira, o vice-prefeito e Secretário de Educação Professor Raimundo Nonato,  o ex-Prefeito da cidade de Tasso Fragoso Ataliba Leite, ex-Vereadores, Vereadores e Secretários Municipais.

Foto: Carlos Biah Agencia BPI

Zé Paraíba faleceu na madrugada de hoje, na Cidade de Araguaína - TO, e está sendo velado em sua residência na Rua Prefeito Antônio Rocha Filho, no bairro São José, ainda não foi divulgado o horário  do sepultamento.  

Morre o Ex-Prefeito de Alto Parnaíba Zé Paraíba

Morre o Ex-Prefeito de Alto Parnaíba Zé Paraíba

Foto: Carlos Biah - Agência BPI

Na madrugada deste último dia do mês de abril e véspera  do dia do Trabalhador morre na cidade de Araguaina  - TO, aos 78 anos,  o paraibano de Sousa, José de Freitas Neto.

Zé Chofé como era conhecido quando por aqui chegou ao final da década de 60, foi motorista de caminhão e recebeu apoio nas terras maranhenses dos ex-prefeitos Corintho Rocha e José Soares.

Mas tarde se popularizou com o cognome de Zé Paraíba, ajudou na formação dos bairros de Alto Parnaíba. São José, Santo Antonio e principalmente o Santa Cruz onde conseguiu grande amizade.

No inicio da década de 1980, Zé Paraiba foi agricultor e boa parte da sua produção, na época de arroz, era distribuída para as famílias carentes, o que lhe rendeu o titulo de “Pai da Pobreza”. Nestes anos a população desta cidade passava por uma transição e sofria com o êxodo da zona rural para a urbana, o trabalho era escasso e, a base de alimentação de muita gente eram mangas colhidas na “Pontinha”.   

Mais tarde Zé Paraíba, entra na política se elegendo prefeito em 1989, teve como vice o atual prefeito Itamar Vieira  e contou com apoio de quase toda força política da cidade, sertanejos de todas as regiões do município, lideranças comunitárias, setores ligados à Igreja Católica, vários ex-prefeitos, como Renan Soares, Corintho Rocha, Raimundo Almeida, Gonzaga Lopes, faziam parte de seu palanque, derrotando seu opositor  José Ribamar Nogueira, agricultor e vice-prefeito do então prefeito Antonio Rocha Filho de quem recebera apoio, a eleição foi fácil, obtendo uma vantagem expressiva de votos.

Findando seu mandato e como na época não havia reeleição apóia a candidatura do agricultor mato-grossense Adalto Gomes da Silva, que venceu a médica Raimunda de Barros Costa, o dentista Ernani Soares e a líder comunitária Maria Filomena.

Depois do frustado governo de Adalto, Zé Paraíba se elege novamente prefeito de Alto Parnaíba, para seu segundo e último exercício a frente do executivo municipal, tendo como vice o Dr. Ernani Soares.

Seu último cargo politico foi o de vice-prefeito no período de 2009 a 2012 tendo como prefeito o Dr. Ernani Soares

Zé Paraíba foi derrotado por duas vezes em eleições majoritárias.

Já acamando e com uma das pernas amputada a Câmara de Vereadores de Alto Parnaíba lhe concedeu o titulo de Cidadão Altoparnaibano.


Ultimamente Zé Paraíba residia no bairro São José na companhia de Izoneth Mascarenhas Gama. O corpo está previsto para chegar por volta do meio dia, onde será velado em sua residencia, na rua Prefeito Antonio Rocha Filho.

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Com larga vantagem, Flávio Dino lidera pesquisa com 62,5%



Com larga vantagem, Flávio Dino lidera pesquisa com 62,5%




Uma pesquisa realizada entre os dias 19 e 22 de abril apresenta o pré-candidato oposicionista Flávio Dino (PCdoB) com larga vantagem: 62,5% das intenções de voto. Seguido de longe pelo pré-candidato governista Edinho Lobão (PMDB) que aparece com 12,2%. Marcos Silva (PSTU) tem 3,3% e Pedrosa (PSol) 2,3%.

De acordo com a pesquisa, 11,6% responderam que não votariam em nenhum, branco ou nulo; e 8,2% disseram não saber ou não quiseram responder.

Esta é a primeira pesquisa que avalia o novo cenário da eleição após a desistência de Luís Fernando Silva (PMDB), que havia sido escolhido como pré-candidato apoiado pelo grupo Sarney desde 2013. Com a pré-candidatura de Edinho Lobão, o novo cenário mostra que o pré-candidato da oposição, Flávio Dino, permanece à frente nas intenções de voto.

Na pesquisa espontânea, aquela em que o nome dos candidatos não é mostrado aos entrevistados, Flávio Dino lidera com 33,2%. Em segundo aparece o nome da governadora Roseana Sarney, que não será candidata, com 4,1%, e em seguida Edinho Lobão com 3,3%; 48,8% disse não saber em quem votar.

A pesquisa DataM verificou também a rejeição dos pré-candidatos a governador. Quando os entrevistados eram perguntados em quem não votariam de jeito nenhum, 35,5% responderam que não votariam em Edinho Lobão Filho, seguido de João Alberto (17,2%), Luís Pedrosa (14,5%), Flávio Dino (10,5%) e Marcos Silva (7,7%). Não votaria em nenhum reúne 6,8% dos entrevistados e não sabe/não respondeu, 7,6%.

A pesquisa do instituto DataM, registrada no TRE/MA sob protocolo 6/2014, ouviu 1500 eleitores em todas as regiões do Maranhão e possui margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Fonte: Jornal Pequeno através de renatorabelo.blog.br

terça-feira, 22 de abril de 2014

Prefeito de Santa Filomena - PI, é denunciado ao Tribunal de Justiça do Estado por estelionato

Prefeito de Santa Filomena - PI, é denunciado ao Tribunal de Justiça do Estado por estelionato


GIL SOBREIRA, DO GP1

A ação penal foi ajuizada no dia 16 de abril e distribuída a 2ª Câmara Especializada Criminal. O relator sorteado para o feito é desembargador Joaquim Dias de Santana Filho.
Prefeito de Santa Filomena Esdras Avelino Filho


O prefeito de Santa Filomena Esdras Avelino Filho foi denunciado ao Tribunal de Justiça pela procuradora Geral de Justiça Zélia Saraiva Lima acusado de estelionato majorado.

A ação penal foi ajuizada no dia 16 de abril e distribuída a 2ª Câmara Especializada Criminal. O relator sorteado para o feito é desembargador Joaquim Dias de Santana Filho.


Na petição inicial a procuradora pede o afastamento e a posterior cassação do mandato do prefeito.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

PDT abdica da vice e se transforma em protagonista da vitória das oposições

PDT abdica da vice e se transforma em protagonista da vitória das oposições


Julião Amim entre o deputado Rubens Júnior e o pré-candidato Flávio Dino: oposição avança

O PDT mostrou maturidade ao definir que mesmo que não indique o candidato a vice-governador continuará apoiando Flávio Dino, como candidato ao governo pelas oposições.

É salutar que sem candidato a presidente da república o partido entenda a importância para as oposições a participação do PSDB de Aécio Neves em uma grande frente para derrotar a oligarquia Sarney no Maranhão, que ainda conta com o PSB, de Eduardo Campos,  a militância do PT e a torcida da presidente Dilma Rousseff.

É o País se unindo independente das diferenças partidárias para libertar o Maranhão do julgo de uma família que está no poder há mais de 40 anos.

A união dos candidatos a presidente em torno de Flávio Dino revela que querem livrar não somente o nosso estado, mas o Brasil do velho oligarca.

O palanque de Flávio Dino será um caso único na história política do País.

PDT PSDBE aí vem o mérito do PDT, considerado o maior partido de oposição no estado, com mais de 50 mil filiados. O presidente estadual da legenda, Julião Amim, em entrevista ao jornal O Imparcial deixou claro que a sua preocupação é com a vitória da oposição e não por ocupação de cargos.

A atitude do PDT demonstra que pela primeira vez as oposições marcharão unidas sem se deixar levar pelas intrigas e vaidades, a que sempre se utilizou o senador amapaense para dividi-la  e assim ganhar as eleições.

Vale também ressaltar os gestos do deputado Federal Domingos Dutra e do ex-governador José Reinaldo Tavares que abdicaram da candidatura ao Senado para apoiar Roberto Rocha como candidato único, ao contrário de 2010 quando  Tavares, o ministro Édson Vidigal e o próprio Rocha disputaram a Câmara Alta, sem que nenhum deles se elegesse.

Ao abdicar da vice o PDT cresce em importância na  coligação e será um dos protagonistas da vitória na urnas.


Agora vai

sábado, 19 de abril de 2014

CAEMA LANÇA EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO

CAEMA LANÇA EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO




A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) anunciou que promoverá, no dia 15 de junho deste ano, concurso público - que será organizado pelo Instituto Brasileiro de Educação e Gestão (Ibeg) - para provimento de 1.325 vagas em níveis fundamental, médio e superior. Deste total, 176 para preenchimento imediato e 1.149 para cadastro de reserva.

As vagas estão divididas entre as cidades de São Luís, Santa Inês, Imperatriz, Nova Iorque, Santa Luzia, Chapadinha, Pedreiras, São João dos Patos, Açailândia, Barra do Corda, São Vicente Ferrer, Pinheiro, Itapecurú, Bacabeira, Presidente Dutra, Cantanhede, Brejo, Lago Verde, Nina Rodrigues, Barão do Grajaú e Araioses.

Os profissionais serão contratados sob o regime de Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), com salários que variam de R$ 724,00 a R$ 2.649,58 em jornadas de 44 horas semanais.

As inscrições custam R$ 45,00 para nível fundamental, R$ 60,00 para médio e técnico e R$ 80,00 para nível superior.

As prova objetiva para todos os candidatos, prova de aptidão física para Auxiliar de Serviços e Obras de Saneamento, além de prova discursiva para os inscritos em cargos de nível superior.

A aplicação da prova objetiva está prevista para o dia 15 de junho de 2014, em dois horários e em locais divulgados posteriormente.

O certame terá validade de dois anos, contados a partir da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da Caema.




quinta-feira, 17 de abril de 2014

Menores infratores fogem da cadeia de Alto Parnaíba - MA

Menores infratores fogem da Cadeia Pública de Alto Parnaíba - MA



Em Alto Parnaíba, cidade situada no extremo sul do estado do maranhão e quase 1.100 km distante da capital, dois menores infratores fugiram por volta das 17h20m desta quinta-feira (17) da Cadeia Pública.

Foto Reprodução
A Cadeia Pública de Alto Parnaíba tem paredes de adobe, não oferecendo a mínima segurança aos detentos e tampouco a sociedade, por se tratar de um local onde encontram-se apenados, conta com três celas, duas são ocupadas pelos presos de justiça, e a outra que não possui banheiro é geralmente ocupada por menores infratores(também por não possuir sequer um abrigo para menores infratores), e isso, segundo o carcereiro, (que por sinal é pago pela Prefeitura Municipal), foi a causa da fuga,  um dos menores pediu para ir ao banheiro que fica em outra dependência do histórico e secular prédio municipal, enquanto o guarda o acompanhava o outro aproveitou e empurrou o portão da cela que encontrava aberto e, contando com a fragilidade do local saltaram o muro que fica nos fundos da Cadeia e se evadiram, informou carcereiro Tarson que está  no plantão e que nada pode fazer.


A Segurança Pública em Alto Parnaíba, era uma das causas que o saudoso advogado Décio Rocha, morto há um ano, mantinha sempre em foco, veja alguns trecos de postagens feitas por ele em seu blog.


...O prédio da cadeia pública é um dos mais antigos do município de Alto Parnaíba, vizinho do secular templo da Igreja Católica na praça coronel Antonio Luiz (à margem do rio Parnaíba),  pouco conservado no decorrer dos tempos. Pertence ao patrimônio municipal e ali já funcionou a Prefeitura. As pessoas que fazem a segurança são contratadas - pelo jeito de forma informal - pelo Município, percebendo salário irrisório...

...Como o Estado do Maranhão pouco ou quase nada constrói ou investe em Alto Parnaíba, para funcionar a polícia necessita da colaboração da Prefeitura, que nem sempre atende a questões de segurança pública, por acreditar que não é obrigação sua e sim do estado-membro como se a questão segurança não interessasse direta e essencialmente à população da comuna interiorana, mas mantém um prédio de sua propriedade cedido gratuitamente ao governo maranhense para que a estrutura mínima das polícias civil e militar ali tenham um endereço e funcionem - quase precariamente -, além de uma contribuição para a alimentação dos policiais...


É preciso que o governo do Maranhão entenda que o município de Alto Parnaíba faz divisas com três estados brasileiros, com vasto território, banhando por um grande rio, localizado em uma das mais prósperas regiões econômicas do país com pessoas vindas de todas as regiões do Brasil, inclusive bandidos que estão fugindo das grandes metrópoles para o interior promissor do nordeste. Necessitamos não apenas de um prédio condizente para o funcionamento da delegacia de polícia, com tecnologia que possa identificar com mais agilidade um simples suspeito que aparece no município, pessoal e toda a estrutura necessária, mas também de um quartel da PM mais amplo, com acomodações dignas, alimentação adequada, mais policiais, enfim, o Estado deve assumir suas responsabilidades, com a vigilância permanente do Ministério Público maranhense.(Dr. Décio Rocha)

Veja outras postagens:

Blog Décio Rocha 
II - III - IV 





terça-feira, 15 de abril de 2014

Como ver o eclipse lunar desta madrugada

Como ver o eclipse lunar desta madrugada

Para aqueles que estão ansiosos para ver a “Lua Sangrenta”, basta saber: o fenômeno poderá ser visto em todo o Brasil. Só resta torcer para que o clima colabore com um céu mais limpo.
O pico está previsto para as 4 horas e 45 minutos, momento em que a Lua poderá ser vista com uma coloração avermelhada. A duração do eclipse total será de 78 minutos.
Apesar de poder ser visto em todo Brasil, o eclipse será mais bem percebido na fase final nas localidades mais a Oeste do país.
Se o tempo estiver limpo, bastará olhar a olho nu em sentido oeste (na mesma direção do pôr do Sol) para observar o fenômeno. Haverá diversos canais na internet para os mais azarados com o clima.
NASA fará uma transmissão ao vivo. No Brasil a transmissão poderá ser acompanhada pela Fundação Planetário do Rio de Janeiro
Climatempo já começou a contagem regressiva para ver o eclipse, que também terá uma trasmissão ao vivo no canal.
O Eclipse
Este será o primeiro eclipse de uma série de quatro consecutivos até 2015 com intervalo de seis meses, o que os astrônomos chamam de uma tétrade.
Durante o fenômeno, a Lua, a Terra e o Sol estarão em perfeito alinhamento, o que fará com que a Lua seja coberta pela sombra da Terra. O satélite estará entre a estrela Espiga, a mais brilhante da Constelação de Virgem, e o planeta Marte e apresentará uma tonalidade avermelhada.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Manda quem pode, obedece quem tem juízo: Marido apanha de ripa da esposa por revelar idade da companheira

Manda quem pode, obedece quem tem juízo: Marido apanha de ripa da esposa por revelar idade da companheira 


Do Blog do Domingos Costa via Gilberto Lima

Fato pra lá de engraçado aconteceu no bairro Vila Ipiranga, em Imperatriz. Um morador que teve apenas a idade revelada, 35 anos, foi espancado pela própria esposa durante o final de semana.

O motivo da agressão foi pelo fato do marido ter revelado a idade de sua companheira que guardava o “segredo” a sete chaves.

A esposa-agressora tem 45 anos, só que aos amigos do casal, quando perguntada, informava possuir somente 35 aninhos. No último sábado em uma reunião, o maridão, acidentalmente, deixou vazar a idade da mulher.

A coroa que mentia sobre a idade, deixou apenas chegar em casa, para pegar uma ripa de madeira e agredir o descuidado marido acertando-o pelo menos dez vezes nas costas, peito braços e pernas.

Segundo relatos dos vizinhos que ouviram os gritos do marido apanhando, a esposa batia ao tempo que gritava enfurecida: “Eu não te disse para nunca dizer minha idade para ninguém, agora tu vai apanhar para aprender”

“Nosso princípio é oferecer projeto” para o MA, diz Flávio Dino sobre alianças

“Nosso princípio é oferecer projeto” para o MA, diz Flávio Dino sobre alianças




Líder nas pesquisas divulgadas até então e considerado favorito para a eleição de governador, Flávio Dino busca conduzir com tranquilidade o processo final de montagem da sua chapa majoritária. Diz desconhecer ameaças do PDT e PSDB, quanto à exigência da vaga de vice-governador para ter o apoio declarado.
O pré-candidato ao governo diz que também ainda espera o apoio do PT e que não necessariamente o partido deve ter um espaço na chapa majoritária para declarar apoio, afinal o seu projeto é construído por ideias e não de pessoas. Fala que é natural ele contar com o apoio de diferentes presidenciáveis e assim manter o pedido de votos a todos, afinal assim pode-se chegar à vitória.
Quanto a sua prioridade número um, caso vença a eleição é proporcionar a melhoria imediata e substancial dos índices sociais do estado.

1-     Flávio, o senhor é líder nas pesquisas e o grupo adversário no momento ainda nem possui candidato. Como não entrar no clima de “já ganhou”?

Flávio Dino - Ninguém ganha eleição por antecipação. Encaro a liderança das pesquisas com os dois pés bem firmes no chão. Agradeço muito a confiança que a população deposita em nossa pré-candidatura. Nós vamos trabalhar muito até outubro para manter esse grande apoio à ideia de um novo ciclo político no Maranhão.

2-     Sobre a vaga de vice-governador. PDT, PSDB e Solidariedade, qual partido irá indicar o nome? E quando será este anúncio?

Flávio Dino -  Estamos construindo esse processo, com prudência e respeito aos pleitos dos vários partidos, todos absolutamente legítimos. Acharemos uma solução democrática, assim como fizemos em relação ao Senado, com a pré-candidatura de Roberto Rocha. Diálogo é a marca da nova política que queremos fazer no Maranhão. Temos um prazo legal para isso, que são as convenções, e o tempo próprio da política, que pode amadurecer essa decisão antes disso.

3-    O PDT e PSDB ameaçam romper, caso não sejam os escolhidos. O que será feito para mantê-los unidos em torno de sua candidatura?

Flávio Dino - Desconheço tais “ameaças”, pelo contrário: os dirigentes desses partidos tem muita maturidade para conversarem com todos, e assim tem sido feito.  Quem está em crise no Maranhão não é o campo da oposição, que já conseguiu construir consenso em torno de dois postos importantes na chapa. Tenho confiança de que o sentido de responsabilidade de todos com o Maranhão vai prevalecer e vamos construir uma solução madura para essa disputa.

4-     E o senhor ainda deseja o apoio do PT? Se sim, onde o senhor acomodaria esse partido?

Flávio Dino -  Desejamos o apoio de todos os partidos que queiram somar-se a esse processo cujo grande construtor é o povo do Maranhão. Isso inclui o PT, lógico, até porque suas bases sempre estiveram ao nosso lado. Mas o nosso princípio para fazer aliança não é oferecer cargos, é oferecer um projeto. A decisão do PT vir conosco depende disso, de uma opção deles em integrar esse grande partido maior que cada um de nós, o partido do Maranhão. Faço novamente o convite público para que o PT e os petistas nos ajudem nessa caminhada.

5-      O senhor é apoiado pelo Eduardo Campos e pode receber a adesão do Aécio Neves. Mas mesmo assim ainda existe a possibilidade do senhor de pedir votos para a presidente Dilma?

Flávio Dino - Nossa aliança tem partidos que apoiam os três presidenciáveis. Isso é absolutamente natural e não há nenhum problema. Foi com uma aliança assim, em que forças nacionais concorrentes se uniram no plano estadual, que o Acre derrotou a sua oligarquia e iniciou uma nova etapa na sua história. Queremos unir forças em nome do Maranhão, não em torno de pessoas.

6-      Sendo eleito governador e havendo reeleição da presidente Dilma, como será a relação do estado com o governo federal?

Flávio Dino - Qualquer que seja o próximo presidente da República, teremos uma relação de colaboração para retirar nosso Estado da situação de injustiças sociais em que se encontra. O fato de ter exercido funções de âmbito nacional, nos 3 Poderes, me permitiu ter condições de dialogar e trabalhar com quem quer que seja o próximo Presidente. Hoje, o Brasil inteiro torce pelo Maranhão, torce pela mudança, e por isso tantas forças se encontram junto conosco. A derrota do grupo dominante é uma virada de página necessária para o nosso Estado, e também um sinal de que a velha política, do clientelismo e do coronelismo, perde força no Brasil inteiro. Precisamos derrotar as perseguições e chantagens como métodos de acao politica.

7-      Com quantos prefeitos espera contar na sua campanha para governador?

Flávio Dino - Serão dezenas e a cada dia são mais. Nossos apoios entre as lideranças municipalistas aumentam a cada dia. Sou representante da causa municipalista, de um governo descentralizado e participativo. Porém, o mais importante não é saber com quantos eu vou contar para vencer a eleição, e sim assegurar a todos os prefeitos que, se nós vencermos o pleito, eles contarão com o apoio e o respeito do governador e do governo, independentemente de preferências partidárias. Nós queremos acabar com a prática da perseguição e da exclusão política no Maranhão, pois quando o governo do estado trata mal uma prefeitura porque ela é de oposição, como muitas vezes acontece, ele na verdade está tratando mal o povo da cidade.

8-      O sentimento de mudança está contagiando não só a população, mas também a classe política?

Flávio Dino - Sim, o povo quer transformações, e a força com que ele demonstra esse sentimento ajuda a que muitas lideranças políticas passem a caminhar conosco. Existem muitos maranhenses de bem que já estiveram ao lado do grupo dominante, não cabe a ninguém ser juiz da opção política dos outros. Sabemos que muitas dessas pessoas, sem que isso seja incoerente, estão amadurecendo a ideia de que 50 anos é tempo demais, que o Maranhão precisa do oxigênio da alternância do poder para avançar. E estão vendo que é possível mudar, que chegou a hora, que agora temos força pra vencer as eleições e governar esse estado. Por isso a cada momento as adesões crescem, no povo e na classe política.

9-      O senhor fez uma campanha por eleições limpas. Por qual motivo surgiu esse pedido?

Flávio Dino - Porque nós sabemos que o domínio do grupo político adversário, nesses quase 50 anos, também passou por práticas eleitorais condenáveis. Uso indevido de verbas do governo, eleições duvidosas, compra de votos, mentiras e agressões morais são algumas das práticas com as quais infelizmente o Maranhão tem convivido. Queremos um Maranhão de novas práticas, em que a verdade prevaleça e o debate eleitoral seja feito de forma honesta, transparente e respeitosa.

10-   Eleito governador, qual seria sua prioridade número 1?


Flávio Dino - Nossa prioridade é incentivar a produção no campo e nas cidades, e levar os serviços públicos essenciais a todos os maranhenses. Com isso, vamos alcançar nossa meta que é melhorar os indicadores sociais do Maranhão. Eu acredito no nosso estado, nas suas potencialidades econômicas, na capacidade de nossa gente. Podemos gerar mais riqueza e distribuir seus frutos a todos os maranhenses. Não há nada que nos condene a estar sempre nos últimos lugares em indicadores como saúde, segurança, saneamento, habitação. Eu quero colocar em marcha mudanças na área social que coloquem o Maranhão no mesmo nível dos estados líderes do Brasil

quinta-feira, 10 de abril de 2014

“Objetivo principal do PDT é eleger Flávio governador”, afirma Lupi


“Objetivo principal do PDT é eleger Flávio governador”, afirma Lupi


Flávio Dino e os filiados do PDT: unidos para mudar o Maranhão
O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, esteve hoje (10/abril), em São Luís, acompanhado por deputados federais e pelo ministro do Trabalho, Manoel Dias.

A delegação trabalhista esteve no Maranhão para participar da sessão solene da Assembléia Legislativa que concedeu o título de cidadão maranhense ao empresário Márcio Honaiser.

Logo após o evento, Lupi participou de almoço com o pré-candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino. “O objetivo principal do PDT é eleger Flávio governador”, afirmou Lupi. Segundo ele, o apoio do PDT do Maranhão a Dino não está em discussão.

Lupi informou que o partido preparou “Márcio como quem prepara uma jóia rara”, referindo-se ao empresário que foi indicado pelo PDT para a chapa como vice.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Márcio Honaiser de Balsas é indicado pelo PDT para vice de Flávio Dino

Márcio Honaiser de Balsas é indicado pelo PDT para vice de Flávio Dino

Diálogos pelo Maranhão em Alto Parnaíba

O PDT definiu, em votação realizada na noite de segunda-feira(07), que vai indicar o nome do empresário Márcio Honaiser para vice de Flávio Dino.

O PDT maranhense continua ativo na política do Maranhão, o partido do governador Jackson Lago, fará a indicação do vice-governador por meio de um processo interno, democrático”, afirmou o ex-deputado Julião Amim.

Diálogos pelo Maranhão em Alto Parnaíba
Para a escolha do vice-governador, quatro nomes foram indicados: Sandra Torres, Rosângela Curado, Deoclides Macedo e Márcio Honaiser. A escolha foi feita por 40 delegados e 20 suplentes.

O empresário dos setores do agronegócio e educação superior na região de Balsas, Márcio Honaiser, venceu a disputa interna. Com a indicação o partido privilegia o sul do estado, região desassistida e abandonada pelo governo do estado.  


O anúncio oficial da escolha será feito a Flávio Dino pelo presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, na próxima quinta-feira (10). Ele virá a São Luís para prestigiar a entrega do título de cidadão maranhense a Honaiser, na Assembleia Legislativa.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

7 DE ABRIL - DIA DO JORNALISTA









Luís Fernando desiste e Edinho Lobão deve ser o novo candidato do grupo Sarney ao governo


Luís Fernando desiste e Edinho Lobão deve ser o novo candidato do grupo Sarney ao governo

O anúncio do nome do novo candidato governista deve ser feito após uma nova reunião que será realizada nesta segunda-feira (7).






A disputa eleitoral para governador do Maranhão teve uma reviravolta neste domingo (6). O candidato do grupo Sarney, que até então era o ex-secretário de Infraestrutura, Luís Fernando Silva, agora deve ser o senador Edison Lobão Filho (PMDB).

A mudança de nomes foi confirmada, após reunião entre membros do PMDB, onde o ministro Edison Lobão (Minas e Energia), acertou tudo diretamente com Luís Fernando.

Ao longo do dia, reuniões ocorreram na casa do ministro Edison Lobão (PMDB), para que um nome de consenso fosse encontrado.

O anúncio do nome do novo candidato governista deve ser feito após uma nova reunião que será realizada nesta segunda-feira (7).

“O Luís Fernando procurou a Roseana e disse que a permanência dela no governo não ajudaria ele em sua campanha, Luís Fernando desejava uma dobradinha com a Roseana na eleição, mas infelizmente ele amarelou e agora está reunido com o ministro Lobão”, disse o senador João Alberto (PMDB) ao jornalista Diego Emir.

“Sobre a possibilidade de Luís Fernando voltar atrás e ser mantido como candidato do grupo, o senador respondeu: “A esta altura é muito difícil falar que possa ter uma reviravolta, o Luís Fernando renunciou a sua candidatura, repito, ele amarelou”, relatou Emir em seu blog.

Lula tirou 38 milhões da miséria, e com Temer em 1 ano mais 3 milhões voltam à extrema pobreza

Lula tirou 38 milhões da miséria, e com Temer em 1 ano mais 3 milhões voltam à extrema pobreza O número de pessoas que ganham m...