quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Zé de Carreta faleceu hoje em Palmas

Zé de Carreta faleceu hoje em Palmas

Zé de Carreta/Foto Dhiancarlos Pacheco Facebook 


Faleceu na manhã de hoje(29) na cidade de Palmas TO, o ex-vereador e servidor público municipal aposentado José Alves Ferreira, o Zé de Carreta, com 88 anos de idade, criado pelo ex-vereador e ex-prefeito de Santa Filomena Carlos Lustosa do Amaral, o Carreta, e casado com uma bisneta duas vezes do fundador da vila de Victória, além de genro do major da Guarda Nacional Hamilton Lustosa de Britto (Mitim), era narrador privilegiado de nossas origens, até porque as vivenciou por quase um século de vida.

Deixa a viúva, D. Laide e os filhos: Luis Luna, Eduardo, José Alves Filho(Zezinho), Antonio Helder e Adelaide, netos e bisnetos.


Lamentamos a morte do Sr. Zé de Carreta que por muitos anos foi também fotografo nesta região.

informações blog Décio Rocha

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Dilma articula primeiros nomes de ministros; Lobão estará fora de novo governo

Dilma articula primeiros nomes de ministros; Lobão estará fora de novo governo



Reeleita domingo, a presidente Dilma Rousseff começará nas próximas semanas a ajustar seu novo ministério. Já são dados como nomes certos para trabalhar com a presidente a partir de 2 de janeiro os governadores da Bahia, Jaques Wagner (PT), e do Ceará, Cid Gomes (PROS); e o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD). De saída, estão os ministros Edison Lobão (Minas e Energia), Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral), Marta Suplicy (Cultura).

Segundo interlocutores presidenciais, a ideia do novo ministério é que seja comandado por políticos de estatura, nomes conhecidos da sociedade. O atual governo é integrado por técnicos e pessoas desconhecidas, o que passa uma imagem de que a pasta é irrelevante.

Apesar de o processo de transição estar ainda no começo, já há algumas sinalizações importantes de composição do novo governo. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão que, entre idas e vindas, ocupa o posto desde a gestão Lula, vem mantendo conversas com peemedebistas desde o agravamento das denúncias na Petrobras. Concluiu que perdeu as condições para se manter no cargo a partir de 2015, mas não deve sair agora “defenestrado pela crise”, nas palavras de um peemedebista.


Segundo interlocutores palacianos, pesará nas escolhas de Dilma a lealdade dos candidatos a ministro, e o comprometimento que tiveram com o governo e durante a campanha eleitoral. No topo dos queridinhos de Dilma estão Miguel Rossetto, que deixou o Ministério do Desenvolvimento Agrário no momento mais delicado da eleição para reforçar a campanha, os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Relações Institucionais), além de Wagner, Cid e Kassab

domingo, 26 de outubro de 2014

Flávio Dino vota em Dilma Rousseff

Flávio Dino vota em Dilma Rousseff



O governador eleito do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), votou, na manhã deste domingo (26), na Escola Clarindo Santiago, Olho d’Água, em São Luís. Ele chegou acompanhado de amigos e de assessores.


“Adotei uma postura de respeito à coligação plural, ampla, democrática, que nós fizemos no Maranhão. E essa coligação tem vários candidatos à presidente da República e, nesse segundo turno, também. Eu sou uma pessoa de compromisso e é claro que me mantenho fiel a esse compromisso e, por isso, não participei da campanha eleitoral. Agora, eu integro um partido político, que tem uma posição política e é natural que eu siga a posição do meu partido”, declarou.



“Seja vencedor a Dilma ou o Aécio, espero que nosso estado seja bem tratado. Temos quase sete milhões de habitantes e eu tenho certeza que pela importância política, econômica e social o Maranhão merece um tratamento adequado”, completou o sucessor de Roseana Sarney (PMDB)

sábado, 25 de outubro de 2014

Prefeitura do interior do Maranhão tem prazo de 30 dias para demitir servidores irregulares

Prefeitura do interior do Maranhão tem prazo de 30 dias para demitir servidores irregulares


O juiz Rodrigo Otávio Terças Santos, titular de Tutóia, emitiu despacho no qual determina que a Prefeitura de Tutóia cumpra um Termo de Ajustamento de Conduta – TAC – para, no prazo de 30 (trinta) dias, identificar os servidores contratados ou admitidos sem a prévia aprovação em concurso público, bem como rescindir todos os seus respectivos contratos de trabalho, declarando sua nulidade absoluta, independentemente do regime a que estejam submetidos formalmente.

O despacho do magistrado ressalva as nomeações para cargos em comissão e contratações por tempo determinado para atender necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos da Constituição Federal, sob pena de multa diária no importe de R$ 1.000,00 (mil) reais.

Prefeito Raimundo Baquil
As contratações irregulares feitas pela Prefeitura de Tutóia começaram a ser apuradas em 2013, em inquérito instaurado pelo Ministério Público. O procedimento, segundo o MP, foi instruído com um grande número de demandas trabalhistas que tramitam na Vara do Trabalho de Barreirinhas (MA), nas quais figuram como reclamantes pessoas que trabalharam no Município de Tutóia, contratadas sem concurso público.

Após análise da folha de servidores da Prefeitura, foi constatado o grande número de pessoas contratadas em desacordo com a Constituição Federal e legislação pertinente. Na tentativa de encontrar solução para o impasse, foi firmado um Termo de Ajustamento de Conduta entre o MP e a Prefeitura de Tutóia, assinado no final de 2013. Nesse termo, a prefeitura comprometeu-se, inclusive, a realizar concurso público no prazo de seis meses, vencido em maio deste ano. Em fevereiro passado, foram solicitadas informações acerca do termo assinado, mas a prefeitura não informou sobre o andamento do acordo.

Além de realizar a identificação dos servidores contratados irregularmente, bem como proceder à rescisão desses contratos, deverá a Prefeitura de Tutóia abster-se, no prazo de 10 (dez) dias, de nomear, admitir, contratar servidor público, a qualquer título para ocupar cargo, função e/ou emprego público, bem como, cargos comissionados que não estejam previamente criados por lei municipal específica, sob pena de multa diária no importe de R$ 1.000,00 (mil reais) por cada pessoa admitida em contrariedade aos sobreditos termos.

Deverá, ainda, realizar no prazo de 06 (seis) meses, o concurso público nos termos e condições estipuladas no TAC, sob pena de multa diária no importe de R$ 1.000,00 (mil reais). Advirta-se o executado que as multas impostas serão revertidas ao Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT) instituído pela Lei Federal n.º 7998/90.


(As informações são do TJMA)

domingo, 19 de outubro de 2014

MAIS UM MOTIVO PARA VOTAR EM DILMA E NO PT - Brasil reduziu em 50% o número de pessoas que sofrem fome,diz a ONU

MAIS UM MOTIVO PARA VOTAR EM DILMA E NO PT


AGORA LEIA A MATÉRIA DA FOLHA DE SÃO PAULO:


Brasil reduziu em 50% o número de pessoas que sofrem fome,diz a ONU

 DA EFE
16/09/2014 

A ONU afirmou nesta terça-feira (16) que, nos últimos dez anos, o Brasil conseguiu reduzir à metade a porcentagem de sua população que sofre com a fome, cumprindo assim um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), fixados pelas Nações Unidas para 2015.

Estas são as conclusões recolhidas no relatório sobre o estado da insegurança alimentícia no mundo publicado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e outros dois organismos da ONU: o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e o Programa Mundial de Alimentos (PMA).

Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio são uma lista de oito pontos, estabelecidos pelas Nações Unidas em 2000, que têm o propósito de melhorar as condições de vida das pessoas no horizonte de 2015.

Assim, o documento assinala que o programa "Fome Zero" fez da fome um problema fundamental incluído na agenda política do Brasil a partir de 2003.

"Garantir que todas as pessoas comessem três vezes ao dia - como disse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu discurso de posse - se transformou em uma prioridade presidencial", diz o relatório.

Desta maneira, nos períodos 2000-2002 e 2004-2006, a taxa de desnutrição no Brasil se reduziu de 10,7% a menos de 5%.

Segundo a ONU, o "Fome Zero" foi o primeiro passo dado para acabar com a fome e, com os anos, este enfoque ganhou impulso através do fortalecimento do marco jurídico para a segurança alimentar.

O documento assinala que esta redução da fome e da pobreza extrema tanto em zonas rurais como urbanas é o "resultado de uma ação coordenada entre o governo e a sociedade civil, mais que de uma só ação isolada".

O programa "Fome Zero" se compõe de um sistema integrado de ações realizadas através de 19 ministérios, e aplica uma via dupla ao vincular a proteção social com políticas que fomentam o emprego, a produção familiar agrícola e a nutrição.

As políticas econômicas, diz o relatório, e os programas de proteção social, combinados ao mesmo tempo com programas para a agricultura familiar, contribuem à criação de emprego e ao aumento de salários, assim como à diminuição da fome.

Todos estes esforços realizados pelo Brasil permitiram que a pobreza se reduzisse de 24,3% a 8,4% entre 2001 e 2012, enquanto a pobreza extrema também caiu de 14% a 3,5%.

A ONU também lembra que em 2011 o Brasil introduziu novas políticas para tratar a pobreza extrema, que contemplavam uma melhora no acesso aos serviços públicos para fomentar a educação, a saúde e o emprego.

Além disso, o relatório evidencia que outro dos pilares fundamentais da política de segurança alimentar no Brasil é o Programa Nacional de Alimentação Escolar, que proporciona refeições gratuitas aos alunos das escolas públicas e do qual se beneficiaram mais de 43 milhões de crianças em 2012.

É UMA OPINIÃO MINHA, CADA UM DEVE SEGUIR DE ACORDO COM SUA RAZÃO. 

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

DOIS DOS MUITOS MOTIVOS PARA VOTAR EM DILMA E NO PT

DOIS DOS MUITOS MOTIVOS PARA VOTAR EM DILMA E NO PT






1. Programa Luz para Todos - Que atendeu mais de 90% das residencias da zona rural do município de Alto Parnaíba - MA.


2. A BR 235 era assim... (nos melhores trechos);







Agora está assim: 





Ponte sobre o Recreio 50 m de extensão - Foto Bonifácio 


Leia matéria:  

Estes são dois dos meus argumentos: 

O primeiro baseia-se no "Programa Luz para todos do governo Federal que trouxe luz para muita gente que vivia na escuridão, nos baixões dos mais de 11 mil km² do município de Alto Parnaíba, extremo sul do estado do Maranhão. 

O segundo, na BR 235/PI, que tirou Santa Filomena e consequentemente Alto Parnaíba, do isolamento, trazendo esperança de dias melhores a este povo esquecido e lançado a toda sorte. 

Cabe a cada cidadão e cidadã analisar e no domingo, dia 26 depositar seu voto naquele(a) que trará dias melhores a nossa gente. 

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Flávio Dino define Rodrigo Maia como próximo Procurador Geral do Estado

Flávio Dino define Rodrigo Maia como próximo Procurador Geral do Estado



Na manhã desta segunda (13), Flávio Dino anunciou mais um nome que fará parte de sua equipe de Governo. O procurador de carreira Rodrigo Maia deverá chefiar a Procuradoria Geral do Estado, órgão responsável pela representação judicial e consultoria jurídica do Maranhão, exercendo a defesa legítima dos interesses do Estado.

Na semana passada, Dino anunciou outros dois nomes de sua equipe – Marcelo Tavares (Casa Civil) e Márcio Jerry (Articulação Política e Assuntos Federativos).

RODRIGO MAIA ROCHA – Procuradoria Geral do Estado

Procurador do Estado do Maranhão há 10 anos, Rodrigo Maia tem carreira ligada à defesa da Advocacia Pública. Formado em Direito pela Universidade Federal do Maranhão e aprovado por concurso público em 2005, Maia seguiu carreira na Procuradoria do Estado e compôs, por dois mandatos, o Conselho Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil.

É professor da Escola Superior de Advocacia na OAB-MA e foi vice-presidente da Comissão de Advocacia Pública da Ordem. É pós-graduado em Ciências Criminais (CEUMA) e pós-graduando em Direito Ambiental (UFPR). Compôs por três mandatos consecutivos o Conselho Estadual de Direitos Humanos.


Sua função atual é de secretário municipal de Meio Ambiente da capital, ocupando a diretoria da Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (ANAMMA) desde agosto de 2013 e membro do Plenário e da Câmara Técnica de Assuntos Jurídicos do Conselho Nacional de Meio Ambiente, ligado ao Governo Federal.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Roseana deixa o governo no fim do mês. Já vai tarde!

Roseana deixa o governo no fim do mês. Já vai tarde!




Grande notícia para o povo do Maranhão: Roseana Sarney renuncia ao governo no fim deste mês. Sai de cabeça baixa. Pela porta dos fundos, sem direito a festas. Eu digo: já vai tarde! Poderia ter feito isso há mais tempo. Nem deveria ter sido reeleita depois do golpe que tirou Jackson Lago do poder. Agora, é pra valer! Não tem golpe em tribunais. O povo decretou o fim da era Sarney.

Sem foro privilegiado, Roseana deve aumentar o estoque de lexotan e rivotril. Deve ser alvo de muitas ações, principalmente por improbidade administrativa. Pairam sobre seu governo muitas suspeitas de malversação de recursos públicos. Uma auditoria rigorosa em todas as secretarias pode revelar coisas escabrosas. Os maiores rombos estariam nas secretarias de infraestrutura e de Saúde.

Roseana não tem o que comemorar, apesar de alardear que deixa o Estado organizado. Como, se o Maranhão continua figurando entre os mais pobres do país? Ao longo de cinco décadas, o governo tem servido para alimentar negócios do clã e de amigos próximos. Uma riqueza acumulada à custa do sofrimento da maioria da população.

Fora do governo, Roseana deve curtir a vida em paraísos pelo mundo afora. Talvez deva gastar parte dos milhões de dólares guardados em paraísos fiscais. O site wikileaks revelou, no início do ano, a existência de U$ 150 milhões em nome de Roseaba, em um banco nas Ilhas Caymãs. Até hoje a governadora não contestou essa informação. Será que ela tem como justificar o acúmulo dessa quantia milionária?

Outra preocupação da ainda governadora será com o desenrolar das investigações em torno de denúncias de recebimento de propinas de precatórios da Constran – no esquema revelado pelo doleiro Alberto Youssef - e da Petrobras.


Enfim, Roseana deixa o paraíso para entrar na tormenta. Bons pesadelos!

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

CAI A ÚLTIMA OLIGARQUIA DO BRASIL, FLAVIO DINO É ELEITO GOVERNADOR DO MARANHÃO

CAI A ÚLTIMA OLIGARQUIA DO BRASIL

FLAVIO DINO É ELEITO GOVERNADOR DO MARANHÃO



Este é um domingo histórico para os maranhenses e para o Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Com 87% das urnas apuradas no estado, o candidato Flávio Dino já foi considerado eleito governador do Maranhão, de acordo com a apuração oficial do Tribunal Superior Eleitoral. Flávio tem 64,02%, contra 32% do segundo colocado.


A eleição de Flávio Dino marca o início de um novo tempo no Maranhão e também tem impacto em todo o Brasil. Ela representa o fim de um dos mais antigos ciclos políticos do país.


Durante a campanha, Flávio percorreu o Maranhão e recebeu o carinho e a esperança de incontáveis moradores.


ALTO PARNAÍBA

Foto: Rômullo Biah - BPI

Alto Parnaíba, a mais distante cidade da capital São Luis-MA, vive um momento político histórico. A cidade que sempre rendeu expressiva votação à família Sarney, resolveu abandonar o barco e tomar novo rumo nesta eleição.


Embora as forças políticas locais (Prefeito, Vice-Prefeito, maioria dos vereadores, assim como os dois últimos Ex-Prefeitos) tenha se empenhado na campanha do Lobão Filho, os esforços não foram suficientes para vencer Flávio Dino que obteve 1.347 votos a mais que Lobão Filho.


Flávio Dino do PC do B, que tinha apenas um pequeno grupo de voluntários formado pelo presidente local do PC do B, Carlos Biá, Smith Cesar, Raildson Rocha, Homerino Segadilha, Flávio Damasceno, Corintho Junior, Conrado Junior, João Lima e alguns militantes e simpatizantes, conseguiram levar a mensagem da mudança ao povo de Alto Parnaíba que já estava cansado de tanto abandono por parte deste governo.


Com a maioria de votos de Flávio Dino em Alto Parnaíba fica comprovado que o povo já não anda mais tão obediente aos chefes políticos que ainda insistem em continuar com o abandono, especialmente na saúde e educação, sem falar no isolamento da única estrada de aceso ao restante do estado, que se encontra em péssimo estado de conservação.



O prefeito que não fez seu representante no legislativo estadual fica a partir de agora, com a incumbência de procurar o novo governo do estado com humildade e nobreza e apresentar tais problemas que vem afligindo a nossa cidade, levando o carinho e o apreço deste povo que acaba de consagrá-lo como governador.


Embora o prefeito municipal tenha votado e feito campanha para Lobão Filho, Flávio Dino já afirmou que irá governar para todos os maranhenses, ao contrário desta política perversa, onde os que não recitam a sua cartilha da submissão sejam obrigados a vivenciar a amargura da perseguição.



Este grupo que acreditou e fez com que a mensagem de esperança de Flávio Dino chegasse a todos eleitores deste município, aproveita a oportunidade para agradecer cada voto depositado ao mais novo governador do Maranhão, afinal este é o Maranhão de Todos Nós!


QUEM É FLÁVIO DINO


Aos 46 anos, Flávio Dino é o primeiro governador eleito pelo PCdoB (Partido Comunista do Brasil). Advogado e professor da UFMA (Universidade Federal do Maranhão), Flávio nasceu, cresceu e estudou em São Luís, onde atuou no movimento estudantil e, depois, assessorou sindicatos de trabalhadores. Passou em 1º lugar no concurso para juiz federal, atuando primeiramente no Maranhão e depois em Brasília.


Presidiu a Associação Nacional de Juízes Federais (Ajufe) e foi secretário-geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Renunciou à carreira de juiz aos 38 anos para se dedicar à política.


Foi eleito deputado federal pelo PCdoB, sendo o primeiro parlamentar a ser escolhido quatro anos seguidos para a lista de mais influentes do Congresso em Foco, ainda no primeiro mandato. Também entrou na lista de Cabeças do Congresso, do Diap. Em 2011, assumiu a Presidência da Embratur, órgão responsável pela promoção turística do Brasil no exterior, período em que o turismo gerou 1 milhão de empregos. Sua eleição põe fim a 50 anos de domínio do mais antigo grupo político do país.



Lula tirou 38 milhões da miséria, e com Temer em 1 ano mais 3 milhões voltam à extrema pobreza

Lula tirou 38 milhões da miséria, e com Temer em 1 ano mais 3 milhões voltam à extrema pobreza O número de pessoas que ganham m...